Shuaib (que a paz esteja sobre ele)

Shuaib (que a paz esteja sobre ele)

O profeta Shuaib, conhecido na literatura bíblica como Jetro, é um dos quatro únicos profetas árabes mencionados pelo nome no Alcorão Sagrado.  Muitos sábios acreditam que Shuaib era o homem idoso que ofereceu segurança a Mussa (que a paz esteja sobre ambos) através da mão de uma de suas filhas em casamento, quando ele fugiu do Egito.  Não existem fontes autênticas que confirmem ou neguem isso, mas o Alcorão nos conta que o profeta Shuaib era do povo de Madian e foi lá que Mussa se refugiou.


Mussa e Shuaib (que a paz esteja sobre eles)

Vasculhando as histórias dos profetas Mussa e Shuaib constatamos que o profeta Shuaib era um dos poucos homens verdadeiramente bons e respeitáveis de Madian.  O povo era composto por bandidos e ladrões, enganavam uns aos outros e àqueles que porventura cruzassem por suas cidades e campos nômades.  No geral, levavam uma vida feliz e próspera devido às graças de Allah, louvado seja.   Entretanto, ao invés de serem gratos, queriam acumular mais, mentindo e enganando com esse fim.  Afastaram-se muito da religião de Allah, muitos eram ateus, enquanto que outros adoravam a floresta ou deuses da natureza. 

Como foi o caso com todos os profetas de Allah, a missão do profeta Shuaib era chamar seu povo para adorar somente a Allah e seguir Seus mandamentos.  Tentou fazê-lo lembrando-lhes das graças e favores concedidos a eles por Allah, mas eles permaneceram negligentes.  Os que não tinham abandonado completamente a crença, adoravam da maneira incorreta de seus antepassados e diziam a Shuaib: “Quer que abandonemos a religião de nossos antepassados? Não podemos fazer o que queremos em nossa propriedade?”, desdenhavam.

A História de Shuaib segundo Ibn Kathir

Extraído do Livro história dos Profetas, do sábio Ibn Kathir: Allah, o Poderoso, revelou a história de Shuaib, que paz esteja sobre ele:

“E, ao povo de Madian, enviamos seu irmão Shuaib. Disse: ‘Ó meu povo! Adorai a Allah; não tendes outro deus que não seja Ele. Com efeito, chegou-vos uma evidência de vosso Senhor. Então, completai, com equidade, a medida e o peso, e não subtraias das pessoas suas cousas, e não semeeis a corrupção na terra, depois de reformada. Isso vos é melhor, se sois crentes. E não fiqueis à espreita, em cada senda, ameaçando e afastando do caminho de Allah os que n’Ele creem, e buscando torná-lo tortuoso. E lembrai-vos do tempo em que éreis poucos, e Ele vos multiplicou. E olhai como foi o fim dos corruptores. ’E, se há, entre vós, uma fação que crê naquilo com que fui enviado, e uma fação que não crê, pacientai, até que Allah julgue, entre nós. E Ele é O Melhor dos juízes.’

“Os dignitários de seu povo, que se ensoberbeceram, disseram: ‘Em verdade, far-te-emos sair, ó Shuaib, e aos que creem contigo, de nossa cidade, ou regressareis à nossa crença.’

“Ele disse: ‘E ainda que a odiássemos? Com efeito, forjaríamos mentiras acerca de Allah, se regressássemos à vossa crença, após Allah haver-nos livrado dela. E não nos é admissível regressarmos a ela, a menos que Allah, nosso Senhor, o queira. Nosso Senhor abrange todas as cousas, em ciência. Em Allah confiamos. Senhor nosso! Sentencia, com a verdade, entre nós e nosso povo, e Tu és O Melhor dos sentenciadores.

“E os dignitários de seu povo, que renegavam a Fé disseram: ‘Em verdade, se seguirdes a Shuaib, por certo, nesse caso, sereis perdedores.’
“Então, Shuaib voltou-lhes as costas, e disse: ‘Ó meu povo! Com efeito, transmiti-vos as mensagens de meu Senhor e aconselhei-vos. Então, como afligir-me com um povo renegador da Fé?’” [Al-Qur’an 7:85-93]

Os Midianitas [1] foram árabes que viveram no país de Ma’an [Jordânia] parte do que se acredita ser hoje a Grande Síria. Eles foram um povo ganancioso que não acreditava que Allah existisse e que viveu de forma perversa. Eles trapaceavam na medida [quando vendiam algo a peso], elogiavam suas mercadorias mais do que valiam, e escondiam seus defeitos. Eles mentiam para os seus clientes, enganando-os.

Allah enviou Seu Profeta Shuaib [Jetro], que a paz esteja sobre ele, munido de muitos milagres. Jetro pregou a eles, implorando-lhes que se recordassem dos favores de Allah e alertando-os das consequências de suas maneiras maldosas, mas eles apenas debocharam dele. Jetro permaneceu calmo enquanto os lembrava de seu parentesco com eles e que o que estava fazendo não era para o seu ganho pessoal.

Eles pegaram os pertences de Jetro e de seus seguidores, e depois os expulsaram da cidade. O Mensageiro voltou-se para o seu Senhor para pedir ajuda, e sua súplica foi respondida. Allah lhes enviou calor abrasador e eles sofreram terrivelmente. Ao ver uma nuvem se reunir no céu, eles pensaram que traria chuva fresca e refrescante, e correram para fora na esperança de desfrutar da chuva. Em vez disso, a nuvem estourou, lançando raios e fogo. Eles ouviram um som estrondoso vindo do alto que fez a terra sob seus pés tremer. Os malfeitores morreram neste estado de horror.

Allah, o Exaltado, disse:

“Os habitantes de Al-‘Aikah[2] desmentiram aos Mensageiros. Quando Shuaib lhes disse: ‘Não temeis a Allah? Por certo, sou-vos leal Mensageiro: Então, temei a Allah e obedecei-me. E não vos peço prêmio algum por isso (minha mensagem do Monoteísmo Islâmico). Meu prêmio não impende senão aO Senhor dos mundos. Completai a medida, e não sejas dos fraudadores. E pesai tudo, com total eqüidade. E não subtraiais dos homens suas cousas e não semeeis a maldade na terra, sendo corruptores. E temeis a Quem vos criou, vós e as gerações antepassadas.’

“Disseram: ‘Tu és, apenas, dos enfeitiçados; E tu não és senão um ser humano como nós, e, por certo, pensamos que és dos mentirosos. Então, faze cair sobre nós pedaços do céu, se és dos verídicos!’

“Disse: ‘Meu Senhor é bem Sabedor do que fazeis.’

“E desmentiram-no; então, o castigo do dia do dossel apanhou-os. Por certo, foi castigo de um terrível dia. Por certo, há nisso um sinal, mas a maioria deles não é crente. E, por certo, teu Senhor é O Todo-Poderoso, O Misericordiador.” [Al-Qur’an 26:176-191]

Notas:

[1] Nota da tradutora: Os Midianitas são o povo originado de Midiã, filhos de Abraão com Quetura, mas ao contrário de seu pai, os Midianitas adoravam vários deuses, entre eles Baal (o deus do dinheiro) e Ashteroth, a “rainha do céu” da Bíblia Hebraica ou Aserá (em português) que, segundo algumas versões mais antigas da bíblia cristã, seria a companheira de Yaweh (Deus). Os descendentes desse povo hoje são os Curdos. Fonte: J. Edward Wright presidente do Centro de Estudos Judaicos do Arizona e do Instituto Albright de Pesquisas Arqueológicas
[2] Lugar próximo a Midian

Do livro de IBN KATHIR, STORIES OF THE PROPHETS
Fonte: SunnahOnline

Leia também a história dos outros profetas no Islam: clique aqui

Histórias de Profetas e Mensageiros Uncategorized