Deixar o que não lhe diz Respeito

Deixar o que não lhe diz Respeito

Por Nathim Sultan

Abu Hurairah (رضي الله عنه) narrou: O Mensageiro de Allah ﷺ disse: “Um sinal da excelência do Islam de alguém é ignorar o que não lhe diz respeito.” (Ahmad, Malik e At-Tirmidhi)


O Estatuto deste Hadith

Ibn Rajab disse:

“Este hadith é um básico e uma fonte importante de bom comportamento no Islam.”

Muhammad Ibn Zayd, um sábio da Madhhab Maliki, disse:

“Quatro ahadith abrangem um código de conduta perfeito. Um deles é “Quem crê em Allah e no Seu Mensageiro deve falar o bem ou permanecer calado”. Outro hadith é quando o Profeta ? disse ao homem que procurava o seu conselho “Evite ficar zangado”. O terceiro é o hadith “O crente ama para o seu irmão o que ele ama para si mesmo”. O quarto é o hadith acima.

Um Sinal de Excelência no Islam

Um sinal de excelência de alguém na religião é ignorar o que não lhe diz respeito, incluindo tudo o que é dito ou feito. O muçulmano deve só participar no que é da conta dele, tal como o que é da sua propriedade, direito, obrigação ou algo que está sob seu controlo. Preocupar-se com algo requer preservar e cuidar dessa coisa pela qual lhe é permitido preocupar-se.

Em relação a assuntos com o qual não são da conta de uma pessoa, estes são abundantes. Normalmente, quando uma pessoa tenta interferir em tais assuntos que não lhe dizem respeito, a ferramenta muitas vezes utilizada para este fim é a língua. Os muçulmanos são ordenados a falar o bem, pois Allah disse:

“Não pronunciará palavra alguma, sem que junto a ele esteja presente um observador pronto (para a anotar)”. (50:18)

Muitas pessoas ignoram o facto de que no Islam as palavras são consideradas acções. Tais pessoas não se importam em preservar as suas línguas de dizer o mal ou coisas sem sentido. Mu’ath Ibn Jabal não sabia a importância da discrição das palavras que uma pessoa diz, então ele perguntou ao Profeta ?: “Vamos ser responsáveis pelo que dizemos?”. O Profeta ? respondeu: “Que a tua mãe seja destituída de ti, Ó Mu’adh! Serão as pessoas atiradas para o Inferno pelos seus rostos ou pelos seus narizes sem ser pela colheita das suas línguas?” (Tirmidhi – classificado como sahih por Al-Albani)

An-Nawawi disse no seu livro, ‘Riadh as-Salihin’:

“Saibam que todos devem falar apenas sobre o que poderá levar a um benefício. Falar e estar calado são iguais em benefício, então a Sunnah é ficar calado. Isto é porque ser falador irá eventualmente levar a dizer algo mau, mesmo se começar com palavras aparentemente inofensivas. Nós devemos sempre estar do lado seguro, um estado que é realmente desejado.”

Quando uma pessoa diz apenas palavras boas, ela ganha o respeito da sua comunidade. Da mesma forma, se ela é falante e intrometida, desrespeito e uma má reputação são o resultado.

Este Hadith indica que ignorar o que não nos diz respeito, é um sinal da nossa excelência na religião. Ser bem sucedido no trabalho em boas obras e ganhar um aumento no número de boas acções são resultados deste comportamento melhor. O número de pecados também irá diminuir se proteger a sua língua de dizer o mal. Abu Hurairah relatou:

“Se melhorar o seu Islam, então cada boa acção que fizer vai aumentar (e será multiplicada) por dez dobras para setecentas vezes em recompensa. Por outro lado, cada pecado é registado de acordo com o seu peso, até que encontre Allah (louvado seja)”. [Muslim]

Ignorar o que não lhe diz respeito

A única maneira de saber o certo do errado é através da Shari’ah (Lei) Islâmica. O que uma pessoa deseja e tem vontade de fazer não contam nisso. O Profeta considerou aquele que ignora o que não lhe diz respeito como um muçulmano excelente. Portanto, só o Islam deve ser consultado para definir o que diz ou não respeito a um muçulmano. Porque muitos muçulmanos não dependem da shari’ah para definir no que podem ou não participar, eles às vezes abandonam as suas obrigações ou aquilo que é suposto fazerem ou dizerem, pensando que isso não lhes diz respeito. Eles às vezes desafiam as regras da religião por não aconselharem os seus irmãos muçulmanos, pensando que isso também não é da conta deles. Ou eles entram no que não lhes diz respeito, pensando que isso é da sua conta. Para sair desta confusão, deve-se sempre consultar a shari’ah para saber o que se é suposto fazer ou dizer.

Benefícios do Hadith

  • Este Hadith incentiva os muçulmanos a usarem o tempo de uma forma que traz o seu próprio benefício nesta vida e na próxima;
  • Os muçulmanos devem estar sempre preocupados com o que é benéfico e construtivo, e devem evitar o que não traz benefício e o que não preserva a sua honra;
  • Este Hadith também incentiva os muçulmanos a lutar arduamente para disciplinar o seu comportamento, e rejeitar e abandonar pecados, desonra e o que traz desrespeito;
  • Este Hadith também ordena evitar interferir com os assuntos de outras pessoas, pois a interferência indevida nos negócios das outras pessoas causa divisões e ódio entre os muçulmanos.
Etiqueta e Comportamento