Pensamento Positivo no Alcorão

Pensamento Positivo no Alcorão

Allah não esquece o bem que você faz. Ele também não esquece o bem que você fez aos outros e a dor da qual os aliviou. Ele também não esquecerá o olho que estava prestes a chorar, mas preferiu sorrir.
Por Imaloui Mohamed


Quando criança, eu lutei com minha autoconfiança. Eu era tímido, tanto verbal, quanto não verbalmente; e, como resultado, era difícil me comunicar com as outras pessoas. Minha timidez provou ser um atributo negativo; no entanto, um dia, ao assistir a um vídeo sobre autoconfiança, fiquei surpreso ao descobrir que nossos problemas e atitudes negativas estão correlacionadas com uma maneira errada de pensar.

O objetivo deste artigo é fornecer informações sobre como ser positivo em qualquer situação, dando exemplos de como ganhei confiança através do estudo do Alcorão Sagrado. No entanto, para conseguir isso, é preciso primeiro perguntar: “Por que eu quero fazer essa mudança?” “Por que eu quero ser positivo?” e “Quem pode me impedir de alcançar esse objetivo?”

É importante notar que cada indivíduo terá uma resposta pessoal a essas perguntas. Por exemplo, se eu respondesse a essas perguntas, respectivamente, minhas respostas seriam: “Quero mudar para ajudar os outros a encontrar a felicidade e a paz interior”, “Quero ser positivo para me concentrar em estabelecer e alcançar os objetivos da vida” e “Ninguém pode me proibir, se eu realmente desejar alcançar meus objetivos.”

Na crença islâmica, há a existência de um Criador, Allah, o Mais Poderoso e Misericordioso. O Alcorão contém numerosas Ayaat (versículos), algumas das quais falam sobre como ser positivo, apesar das circunstâncias adversas. Este artigo se concentrará em seis dessas ayaat, as seguintes: “Não te entristeças; por certo, Allah é conosco” (Surah at-Tawbah, 9:40), “Por certo, Allah é com os perseverantes (As-sabirin).” (Surah al-Anfal, 8:46), “Por certo, Allah é com os perseverantes (As-sabirin).” (Surah al-Anfal, 8:46), “Confia em Allah. Por certo, Allah ama os confiantes n’Ele.” (Surah al Imran, 3:159), “Para recompensar os que crêem e fazem as boas obras. Esses terão perdão e generoso sustento.” (Surah as-Saba, 34:4), “E os que crêem são mais veementes no amor de Allah.” (Surah al-Baqara, 2:165)

1. “Não te entristeças; por certo, Allah é conosco” (Surah at-Tawbah, 9:40)

Todo mundo experimentará, em algum momento, tristeza e algumas das emoções derivadas que a acompanham; no entanto, o versículo 40, do capítulo 9 do Alcorão nos ensina que Allah está conosco em todas as situações. Portanto, os crentes podem ficar muito felizes e otimistas, porque Ele é o mais Poderoso e Misericordioso; além disso, Ele sabe todas as coisas, incluindo os problemas que enfrentamos.

Ibn Al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse que a palavra “tristeza” não aparece no Alcorão, exceto na forma de proibi-la ou negá-la, porque não há benefício em nutrir a tristeza no coração. A coisa mais amada para Shaitan é tornar triste o servo crente, tirando-o dos trilhos. O Profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) buscou refúgio em Allah contra a tristeza.

Ibn Al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse que a tristeza enfraquece o coração e diminui a determinação e o desejo de seguir em frente. E não há nada mais amado pelo Shaitan do que a tristeza de um crente. Por esse motivo, seja feliz, otimista e pense bastante em Allah. Confie no que Allah é capaz de fazer e dependa somente d’Ele. Então, você encontrará felicidade e prazer em todas as situações. Ibn Al-Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) também disse: “não arruína tua felicidade com preocupação e não arruína tua mente com pessimismo. Não estraga o teu sucesso com a decepção e não estraga o otimismo dos outros, destruindo-o. Não estraga o teu dia olhando para ontem.”

Quando estava em Ouarzazate, no Marrocos, às vezes me sentia triste porque estava sozinho e longe da minha família. Vim para Ouarzazate para continuar meus estudos em línguas e comércio estrangeiros, para conseguir um bom emprego no futuro. No começo, eu era tão negativo – comecei a universidade sem amigos, não participei de nenhuma atividade e achei o sistema educacional difícil, devido ao meu nível de idioma. Todas essas coisas me afetaram negativamente; no entanto, quando vi uma publicação na internet dessa ayah em particular (9:40), decidi mudar minha atitude para melhor. A partir daquele dia, tomei uma decisão consciente de tentar ser mais forte do que antes.

2. “Por certo, não se desespera da misericórdia de Allah senão o povo renegador da Fé.” (Surah Yussuf, 12:87)

Às vezes, quando perdemos algo (trabalho, estudos, relacionamentos etc.), ficamos ansiosos, sem esperança, negativos e, em geral, pessimistas. No entanto, ser pessimista é uma perda de tempo, porque pode nos fazer perder a esperança no futuro e perder a confiança em tentar algo novamente. Entender que cada um de nós pode e irá, em algum momento, perder algo na vida é fundamental para manter uma atitude positiva.

Pessoalmente, quando terminei meus estudos na universidade, me senti muito deprimido, porque não encontrei um emprego. Não importa o quanto eu procurasse, não recebi nenhuma oferta. Quando eu rezava, sempre pedia a Allah que me ajudasse a encontrar um emprego.

Essa experiência me lembrou a ayah que diz: “Por certo, não se desespera da misericórdia de Allah senão o povo renegador da Fé” (12:87). De fato, se nós, como muçulmanos crentes, somos pessimistas, tornamo-nos como incrédulos. Portanto, de acordo com essa ayah, Allah quer que continuemos otimistas e evitemos nos sentir sombrios, sem alegria e sem esperança. Em essência, nunca desista. Alguns de nós pode perder mais na vida do que outros; no entanto, nunca devemos deixar que sentimentos de desesperança afetem nossa energia positiva.

Ibn Abbas relatou que o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) era otimista, ele não tinha maus presságios e gostava de bons nomes. O pensamento positivo e o otimismo são muito importantes, pois se relacionam com nossas orações, súplicas e atos de adoração. Uma oração ou súplica que é oferecida com certeza que Allah responderá é muito mais eficaz e benéfica do que uma oração fraca. Por esse motivo, o Profeta nos disse para rezar para Allah com a certeza de que Ele responderia.

3. “Por certo, Allah é com os perseverantes (As-sabirin).” (Surah al-Anfal, 8:46)

Paciência é a capacidade de suportar; portanto, é uma qualidade muito importante de se ter. Com a paciência vem a força. Isso nos faz amadurecer como indivíduos e abre espaço para realizarmos nossos sonhos e objetivos. O lamentável é que muitos de nós lutamos com a paciência. No entanto, coisas bonitas tendem a surgir após o exercício da paciência.

Allah nos ensina no Alcorão a sermos pacientes. Ele diz: “E pacientai. Por certo, Allah é com os perseverantes.” (Alcorão, 8:46). Allah nunca deixa sozinhos aqueles que são pacientes; ao contrário, ajuda o crente que espera pacientemente por Ele. Como crentes, que passam por momentos difíceis, temos a certeza de que é apenas um momento e algo maior ainda está por vir.
O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “O crente que se mistura com as pessoas e suporta o incômodo delas com paciência terá uma recompensa maior do que o crente que não se mistura com as pessoas e não tolera a irritação que as pessoas causam.”

O Imam Fudail bin Iyad disse: “Aprendi a ter paciência com um garoto pequeno. No meu caminho para o Masjid, um dia, me deparei com uma mulher batendo no filho em sua casa. Enquanto ele gritava, conseguiu abrir a porta e fugir. Então, sua mãe trancou a porta para ele. Quando voltei do Masjid, encontrei o garoto, depois de ter chorado, dormindo na porta de sua casa, sentindo falta de sua mãe. Assim, o coração da mãe suavizou e ela abriu a porta para ele. Ao testemunhar isso, Fudail bin Iyad chorou até que sua barba ficou molhada com as lágrimas e, então, ele disse “SubhanAllah! Se o servo fosse apenas paciente na porta de Allah, Allah certamente a abriria!”

Como estudante do ensino médio, em Tinghir, conheci um homem muito pobre, porém paciente, com necessidades especiais. Apesar de suas dificuldades e circunstâncias, ele foi útil e trabalhou duro em seus estudos. Ele era muito inteligente e, no final do ano, conseguiu boas notas. Isso lhe permitiu continuar seus estudos em uma boa escola de engenharia. Alguns anos atrás, nós nos comunicamos e ele me informou que continua seus estudos em francês e, apesar de todos os desafios que enfrenta, sei que ele será bem-sucedido por sua forte fé e paciência.

4. “Confia em Allah. Por certo, Allah ama os confiantes n’Ele.” (Surah al Imran, 3:159)

Confiar em Allah é um dos componentes mais importantes de uma vida bem-sucedida. No entanto, muitas pessoas hoje sofrem devido à falta de confiança, que pode ser causada por muitas coisas, incluindo fatores sociais e econômicos. Para ser confiante, é preciso mudar certos padrões de pensamento e ideias que levam à liberdade, um novo estilo de vida e felicidade. Uma ótima solução para obter autoconfiança é confiar em Allah, o que exige ser corajoso e forte.

No ensino médio eu tinha um amigo muito tímido, que achava difícil participar das discussões em classe; embora ele sempre tivesse boas respostas. A razão era que ele tinha medo de dar uma resposta incorreta e ser provocado pelos outros alunos. Eu o mostrei que ele não deveria se importar com a opinião dos outros e a liberdade que isso proporciona é obtida através da confiança em Allah.

O Alcorão diz: “Confia em Allah. Por certo, Allah ama os confiantes n’Ele.” (3:159). Portanto, se você confia em Allah, meu querido leitor, Allah o ama, Ele o ajudará em tudo e o protegerá de qualquer coisa que seja ruim.

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Um crente forte é mais amado por Allah do que um crente fraco, e há bondade em todos, (mas) valoriza aquilo que te traz benefícios (futuramente), procura a ajuda de Allah e não desanima, e se alguma coisa (na forma de problemas) vier a ti, não diz: ‘Se eu não tivesse feito isso, não teria acontecido isso e aquilo’, mas diz: ‘Allah permitiu que acontecesse o que Ele havia ordenado e o seu ‘se’ abre a (porta) para o Shaitan.’”

Temos que ser crentes fortes e confiantes em Allah em relação a tudo o que fazemos; seja na sala de aula, no trabalho ou em casa, e lembrando que Allah ama quem confia n’Ele.

Ibn Al-Qayyim disse: “Confiar em Allah é metade da religião (ou seja, o Islam), e a outra metade é o arrependimento; porque a religião é buscar apoio e adoração. Quanto à busca de apoio, é confiar em Allah; enquanto a adoração é o arrependimento… Os servos piedosos de Allah confiam n’Ele por: ter fé, conceder vitória à Sua religião, elevar Sua palavra, combater Seus inimigos, amá-Lo e obedecer às Suas ordens. Em geral, a confiança em Allah é muito importante quando se trata de superar nossas dificuldades e problemas; no entanto, é importante lembrar que confiar em Allah requer trabalho, esperança e tranquilidade de coração.”

5. “Para recompensar os que crêem e fazem as boas obras. Esses terão perdão e generoso sustento.” (Surah as-Saba, 34:4)

Praticar o bem é uma das coisas mais bonitas que se pode alcançar na vida. Também promove uma boa sensação ajudar outras pessoas através de bons atos.

Quando eu era criança, vi uma pessoa ajudar uma mulher com filhos na rua. A pessoa lhes deu algum dinheiro e fiquei muito feliz ao presenciar aquela ação; embora tenha sido feito em segredo. Isso também me motivou a querer ajudar os outros. Quando você faz coisas boas para os outros, inicia um ciclo que os incentiva a fazer o mesmo, se eles tiverem meios para fazê-lo. É também uma fonte de felicidade e paz saber que alguém está sofrendo menos por sua causa. Por esse motivo, temos que ser pessoas boas, que se voluntariam para melhorar nossa sociedade.

Allah diz: “Para recompensar os que crêem e fazem as boas obras. Esses terão perdão e generoso sustento” (34:4). Portanto, fazer o bem (caridade, ler o Alcorão, dar presentes, aproveitar o tempo com seus pais, etc.) tem um efeito positivo nessa vida e te encaminha ao Jannah (Paraíso). Que Allah nos guie ao Jannah!

Ibn Qayyim (que Allah tenha misericórdia dele) disse que um amigo não compartilhará (literalmente) suas lutas, um ente querido não poderá aliviar fisicamente sua dor, e um amigo próximo não passará a noite em claro em seu lugar. Portanto, cuide-se, proteja-se e não dê aos eventos da vida mais valor do que realmente têm. Saiba com certeza que quando você quebrar ninguém o curará, exceto você mesmo, e quando você for derrotado, ninguém lhe dará vitória, exceto sua determinação.

Sua capacidade de se levantar e continuar é de sua responsabilidade. Não olhe para a sua autoestima com os olhos alheios; procure seu valor de dentro de sua consciência. Se sua consciência estiver em paz, você voará alto e, se realmente se conhecer, o que lhe for dito não o prejudicará.

Não carregue as preocupações desta vida, porque esse dever pertence a Allah. E não carregue as preocupações do sustento, porque isto vem de Allah. E não carregue a ansiedade quanto ao futuro, porque está nas mãos de Allah. Tenha uma coisa como objetivo: como agradar a Allah, porque se você O agrada, Ele o agradará, proverá e enriquecerá. Não chore por uma vida que fez seu coração chorar. Apenas diga: “Oh Allah, compensa-me com o bem nesta vida e na outra.”

A tristeza parte com uma sajdah (prostração). A felicidade vem com uma sincera Du’a (súplica). Allah não esquece o bem que você faz. Ele também não esquece o bem que você fez aos outros e a dor da qual os aliviou. Ele também não esquecerá o olho que estava prestes a chorar, mas preferiu sorrir.

Viva sua vida com esse princípio: “seja bom mesmo que você não receba o bem, não pelo bem dos outros, mas porque Allah ama aqueles que fazem o bem”. Finalmente, se você praticar o bem, tenha certeza que Allah nunca permitirá que você lute sozinho nesta vida. Ele sempre estará com você e lhe dará mais do que você deseja.

6. “E os que crêem são mais veementes no amor de Allah.” (Surah al-Baqara, 2:165)

Um dos melhores sentimentos da vida é o amor, com o amor a vida continua e vivemos em felicidade. Há muitos tipos de amor em nossa religião, mas o melhor é amar o seu Criador, Allah, e devemos sempre provar que O amamos, obedecendo-O e respeitando Seus mandamentos.

Allah diz: “E os que crêem são mais veementes no amor de Allah” (Alcorão 2:165). Se você ama Allah, Ele automaticamente o ama, pois naturalmente Ele é O primeiro a amar. Ele diz: “Ele as amará e estas O amarão; e que serão humildes com os crentes, poderosas com os renegadores da Fé.” (5:54) Quando Allah te ama, as pessoas também te amarão. Quando Allah ama alguém, Ele o protege e proporciona coisas boas, tanto nesta vida quanto na vida após a morte.

Ibn Qayyim diz: “Então o amante é quem deseja Allah. Quem se preocupa com as suas obras é quem deseja o que Allah tem. E quem está satisfeito com esta vida, negligenciando a futura, é aquele que deseja outro além d’Ele. A pessoa cujo desejo é somente por Allah, Allah lhe será suficiente em todas as preocupações, assumindo todos os seus assuntos, desviando dele o que não for capaz de desviar por si mesmo, protegendo-o como um pai protege seu filho e preservando-o de todas as aflições. E quem prefere Allah a todos os outros, Allah o preferirá a outros.”

O segundo tipo de amor é amar nosso Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) de coração e respeitando suas recomendações. Allah diz, [ó Muhammad]: “Dize: ‘Se amais a Allah, segui-me, Allah vos amará e vos perdoará os delitos.’ E Allah é Perdoador, Misericordiador.” (Surah Al-Imran, 3:31).

O terceiro tipo de amor é amar seus pais, sua esposa, seus filhos e todas as pessoas que possuem paz e tolerância em seus corações. As seguintes ayaat servem como exemplos:

Para com os pais: “E teu Senhor decretou que não adoreis senão a Ele; e decretou benevolência para com os pais. Se um deles ou ambos atingem a velhice, junto de ti, não lhes digas: “Ufa!”, nem os maltrates, e dize-lhes dito nobre.” (Surah al-Isra, 17:23).

Para com os cônjuges: “e fez, entre vós, afeição e misericórdia” (Surah ar-Rum, 30:21).

Para com as crianças: “Ó vós que credes! Guardai-vos, a vós mesmos e a vossas famílias, de um Fogo, cujo combustível são os homens e as pedras; sobre ele, haverá anjos irredutíveis, severos: não desobedecem a Allah, a Sua ordem, e fazem o que lhes é ordenado” (Surah at-Tahrim, 66:6).

Para com as pessoas em geral: “Ó vós que credes! Evitai muitas das conjeturas. Por certo, uma parte das conjecturas é pecado. E não vos espieis. E não faleis mal, uns dos outros, pelas costas. Algum de vós gostaria de comer a carne de seu irmão morto? Pois, odiá-la-íeis! E temei a Allah. Por certo. Allah é Remissório, Misericordiador.” (Surah al-Hujjurat, 49:12).

Então, queridos leitores, amem Allah, os profetas, seus pais e sua família, porque com amor a vida é mais bela e satisfatória e, lembre-se de que a vida sem fé em Allah não tem sentido.

Concluindo, espero poder mostrar uma pequena parte de como é o pensamento positivo no Alcorão. O Islam ensina amor, compaixão e positividade para todo ser humano, não importa sua religião.

Fonte: clique aqui

Inspiração e Espiritualidade