Dia um: Os Méritos do Mês do Ramadan

Dia um: Os Méritos do Mês do Ramadan

Todos os louvores são para Allah!

Observação da tradutora: Esta é uma série de aulas do grande shaikh Ibn Uthaimin, durante todo um mês de Ramadan, que foi compilada por seus estudantes e traduzida para o português. Nós, da equipe do site oislam.org esperamos que todos se beneficiem como nós nos beneficiamos destas aulas maravilhosas. Aguardem, todo dia, no maghrib publicaremos um novo artigo. E Ramadan Mubarak a todos!


Meus queridos irmãos, chegamos a um mês “nobre” e a uma “grande” temporada. Allah faz disto uma recompensa. Ele abre as portas do bem para quem se volta para isto. É o mês da bondade e bênçãos, o mês da doação e do florescimento. Ramadan é o mês no qual foi enviado ao Alcorão, como um guia para a humanidade, também foram enviados sinais claros de orientação e julgamento (entre o certo e o errado). É o mês que é conhecido pela misericórdia, perdão e segurança contra o Fogo. O início é a misericórdia, o meio é o perdão, e o fim é a segurança contra o Fogo. As notícias sobre a grandeza e preferência deste mês são gerais e as evidências disso são bem conhecidas. Como é afirmado no Sahihein (Bukhari e Muslim), sob a autoridade de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele), o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quando o Ramadan chega, os portões do Paraíso são abertos e os portões do Inferno são fechados e os demônios estão acorrentados.” E, de fato, os portões do Paraíso são abertos neste mês, para o aumento de boas ações e nobres desejos da humanidade. E os portões do inferno estão fechados em relação à diminuição da desobediência do povo da fé. E os demônios são acorrentados para que não sejam capazes de fazer o que normalmente fariam em outras ocasiões.

O imam Ahmad narrou sob a autoridade de Abu Hurairah (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Minha nação recebeu cinco coisas específicas durante o mês do Ramadan, a que nenhuma nação antes de nós fora dada. O hálito de uma pessoa em jejum é mais doce para Allah do que o cheiro de almíscar; os Anjos pedem perdão pelo jejuador até que ele se alimente; Allah embeleza o Paraíso todos os dias e diz: “Meus servos justos estão prestes a serem poupados do sofrimento e da perda, então eles serão enviados a ti”; os demônios são acorrentados para que não sejam capazes de fazer o que normalmente fariam em outras ocasiões; e os servos são perdoados na última noite.” Eles disseram: “Ó Mensageiro de Allah, tu estás te referindo à Lailatul-Qadr?”, Ele respondeu: “Não, mas de fato a recompensa segue a boa ação, uma vez que a boa ação é realizada.”

Meus irmãos, estas são cinco coisas particulares que Allah escolheu especificamente para vocês dentre as outras nações:

A primeira, que o hálito de uma pessoa em jejum é mais amado por Allah do que o cheiro de almíscar. Este é um cheiro que não é apreciado entre as pessoas, mas para Allah é melhor do que o perfume do almíscar, porque é resultado da adoração e obediência a Allah. Sempre que há um sinal ou resultado de obediência e adoração, isto é amado pelo Altíssimo, e então Ele os recompensa com o que é superior e preferível. Você não nota que o mártir, morto no caminho de Allah e com a intenção da Palavra de Allah, é dominante? Eles chegarão no Dia do Julgamento com sangue vermelho, mas seu cheiro será o cheiro do almíscar. E também, durante o Hajj, Allah (louvado seja) diz a seus anjos: “Veja meus servos que vieram até Mim desarrumados e empoeirados” (narrado por Ahmad e Ibn Hibban em seu Sahih). Essa aparência desleixada é amada por Allah nessa situação, porque é um sinal de obediência a Ele, pois representa a observância do ihram e o desapego ao luxo.

A segunda, os anjos pedem perdão até que os jejuadores quebrem o jejum. Anjos são nobres servos de Allah: “Eles não desobedecem a Allah no que lhes é ordenado, e fazem o que lhes é comandado”. E eles são muito merecedores em terem suas súplicas para os jejuadores respondidas, assim que recebem permissão para fazê-las. Quando Allah lhes dá permissão para fazê-las, é uma prova da grandeza do jejum do jejuador. E quando o perdão é almejado, isto realmente traz o perdão, bem como uma proteção contra os pecados nesta vida e na próxima. Todos os filhos de Adam são pecadores que precisam do perdão de Allah (louvado seja).

A terceira, Allah embeleza o Paraíso todos os dias e diz: “Meus servos justos estão prestes a serem poupados do sofrimento e da perda, então eles serão enviados a ti”. O sofrimento refere-se ao sofrimento e dificuldades desta vida. Os servos se apressam em fazer o bem, o que lhes dá felicidade nesta vida e também na próxima, e os trará a Dar As-salaam (morada da paz).

A quarta, os demônios estão presos a correntes, para que não consigam desviar os fiéis da Verdade e mantê-los longe daquilo que é bom. Isso é advindo da ajuda de Allah para o crente, ou seja, que seus inimigos – aqueles que chamam seu povo a ser companheiro do Fogo – são presos. Como resultado disso, você verá o crente realizando mais ações boas e evitando o mal neste mês mais do que em qualquer outro mês.

A quinta, Allah envia o perdão sobre a nação de Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) na última noite deste mês. Se as pessoas fizerem o que é exigido delas neste mês abençoado, desde o jejum e a oração, então Allah as recompensará quando concluírem a ação. Pois, de fato, a boa ação é recompensada na conclusão da mesma.

Existem três maneiras pelas quais Allah (louvado seja) recompensa seus servos neste mês.

– A primeira maneira é que Allah (louvado seja) torna essas ações obrigatórias para nós. Ações que nos elevarão o status e nos trarão perdão. Se não tivesse sido prescrito para nós, não adoraríamos Allah com essas ações, porque as ações não são executadas, exceto as que tenham sido reveladas ao Seu Mensageiro. Allah fala sobre aqueles que criam atos de adoração além dos que Allah revelou e fazem disto shirk (politeísmo). Allah (louvado seja) diz: “Ou têm eles parceiros que legislaram, para eles, o que, da religião, Allah não permitiu?…”

– A segunda maneira é que Allah lhes deu o Tawfiq (habilidade) de praticar bons atos, o que muitas pessoas negligenciaram. Se não fosse pela ajuda de Allah, eles não teriam praticado esses atos, então, a Allah todo louvor e graça. “Eles consideram que te fazem mercê, por se islamizarem. Dize: “Não considereis vossa islamização como mercê para mim. Ao contrário, Allah vos fez mercê, por haver-vos guiado à Fé, se sois verídicos!”

– A terceira maneira é que a recompensa pode ser multiplicada de 10 a 700 vezes e muito mais. Portanto, a graça é de Allah (louvado seja) através das boas ações e recompensas, e todo louvor é devido a Allah Senhor de todos os mundos.

Meus irmãos, buscar as recompensas do Ramadan é uma grande bênção para quem as almeja e tenta obtê-las, fazendo o que é necessário e se aproximando de seu Senhor. Permanecendo longe da desobediência e negligência e do esquecimento de Allah, mas, sim, movimentando-se em direção à Sua lembrança. E também, mudando o seu distanciamento de Allah (louvado seja) para sua aproximação a Ele.

(O Shaikh, então, recita versos de poesia sobre a aproximação de Allah durante o Ramadan…)

Ó Allah! Desperta-nos dessa negligência, e dai-nos a capacidade de elevar em Taqwah. Dai-nos a capacidade de fazer uso do nosso tempo durante esse período especial, e perdoai-nos e a nossos pais e todos os muçulmanos, através de Tua misericórdia. E envia Tua paz e bênçãos ao Profeta Muhammad.

Continua amanhã…

Siyam e Ramadan