Comprometendo-se a Criar Filhos de Boa Moral

Comprometendo-se a Criar Filhos de Boa Moral

1. Comprometer-se a criar um filho de boa Moral Quão importante é para você criar uma criança moral? É uma questão crucial para perguntar, porque pesquisas constatam que os pais que têm a vontade intensa de que seus filhos cresçam com boa moral,


acabam tendo sucesso porque eles se comprometem com isso. Se você realmente quiser criar uma criança moral, então faça um compromisso pessoal para criar uma. 2. Seja um bom exemplo de boa Moral Os pais são os primeiros e mais poderosos professores de moral dos seus filhos, então se certifique de que os comportamentos morais que seus filhos estão pegando de você são aqueles que você deseja que eles copiem. Tente fazer sua vida um exemplo vivo de bom comportamento moral para o seu filho ver. Cada dia se pergunte: “Se o meu filho tivesse apenas o meu comportamento para assistir, qual exemplo ele / ela pegaria?” A resposta muitas vezes é bastante reveladora. 3. Conheça suas Crenças e Partilhe-as Antes que você possa criar uma criança moral, você deve ser claro sobre o que você acredita. Tire um tempo para pensar nos seus valores, em seguida, compartilhe-os regularmente com o seu filho, explicando porque você se sente de tal maneira. Afinal, seu filho vai ouvir infinitas mensagens que contrariam suas crenças, por isso é essencial que ele / ela ouça sobre os seus padrões morais. 4. Use momentos de ensino Os melhores momentos de ensino não são aqueles que são planejados, eles acontecem inesperadamente. Procure por questões morais para falar sobre, quando eles aparecem. Aproveite esses momentos porque eles ajudam seu filho a desenvolver sólidas crenças morais, que ajudam a guiar o seu comportamento pelo resto de sua vida. 5. Use Disciplina como uma lição de moral Disciplina eficaz garante que a criança não só reconheça o porquê seu comportamento estava errado, mas também saber o que fazer para fazer certo da próxima vez. Usar o tipo certo de questões ajuda as crianças a ampliar sua capacidade de tomar a perspectiva de outra pessoa e entender as conseqüências de seu comportamento. Assim, ajude seu filho a refletir: “Isso foi a coisa certa a fazer? O que devo fazer da próxima vez?” Dessa forma, a criança aprende com seus erros e cresce moralmente. Lembre-se de que seu objetivo final é afastar a criança da sua orientação, para que ele ou ela atue direito por si próprio. 6. Espere um comportamento de boa Moral Estudos são muito claros: as crianças que agem moralmente têm pais que esperam que o façam. Ele estabelece um padrão de conduta do seu filho e também permite que ele saiba, em termos inequívocos, o que você valoriza. Escreva seus padrões morais em casa, então reforce-os de forma consistente até que sua criança internalize-os, para que se tornem as regras dele também. 7. Reflita sobre os Efeitos dos comportamentos Pesquisadores nos dizem que uma das melhores práticas de construção moral é salientar o impacto do comportamento da criança sobre a outra pessoa. Se o fizer, aumenta o crescimento moral da criança: (“Veja, você a fez chorar”) ou realçar o sentimento da vítima (“Agora ele se sente mal”). O truque é para ajudar a criança realmente imaginar como seria estar no lugar da vítima, para que ele ou ela seja mais sensível às consequências que o seu comportamento causa nos outros. 8. Reforçar os comportamentos de boa Moral Uma das maneiras mais simples para ajudar as crianças a aprenderem novos comportamentos é reforçá-los assim que eles acontecem. Então, propositadamente, pegue seu filho agindo moralmente e reconheça o seu bom comportamento, descrevendo o que ele ou ela fez certo e porque você aprecia isto. 9. Priorize A moral Diariamente As crianças não aprendem a ter moral lendo sobre isso nos livros, mas ao fazerem boas ações. Incentive seu filho a dar uma mão, para fazer a diferença em seu mundo, e sempre ajude-o reconhecer o efeito positivo que o gesto teve sobre o destinatário. O objetivo real é para que as crianças tornem-se menos e menos dependentes da orientação de adultos, incorporando princípios morais em suas vidas diárias e criando seus próprios. Isso só pode acontecer se os pais enfatizarem a importância das virtudes mais e mais, e seus filhos praticarem repetidamente os comportamentos morais. 10. Incorporar a Regra de Ouro Ensine seu filho a Regra de Ouro que tem orientado muitas civilizações ao longo dos séculos: “Trate os outros como você gostaria de ser tratado.”Lembre-o de sempre se perguntar antes de agir: “Eu gostaria que alguém me tratasse assim?” Essa regra ajudará a ele ou ela a pensar sobre o seu comportamento e suas conseqüências sobre os outros. Faça-a se tornar o princípio moral mais abrangente da sua família.

Pais e Mães Muçulmanos