Ramadan e Arrependimento

Ramadan e Arrependimento

Quando o Profeta Adam (عليه سلم) erroneamente comeu da árvore no Paraíso, ele se voltou imediatamente arrependido a Allah. Quando o Profeta Yunus (عليه سلم) foi engolido por uma baleia, ele se voltou arrependido a Allah. Quando o Profeta Mussa (عليه سلم) acidentalmente matou um homem, a culpa o fez se voltar a Allah em penitência. De fato, todos os profetas de Allah e os antecessores piedosos que os seguiram lembravam as pessoas da ampla misericórdia e generosidade de Allah. Eles viviam num constante estado de arrependimento, sincera e humildemente, até pelos menores pecados. Ele entenderam que seu Senhor é um senhor Misericordioso, que aceita o arrependimento todas as vezes.


 Então como a pessoa se arrepende no Islam? A palavra para arrependimento em árabe é “Tawbah” e significa linguisticamente “voltar-se”. O arrependimento no Islam tem algumas condições para ser aceito e é preciso levá-las a sério. Em primeiro lugar, a pessoa deve sentir remorso pelo erro que cometeu; segundo, deve ter uma firme intenção de não voltar a praticar o pecado, renunciando-o imediatamente; e por último, se o erro transgrediu o direito de alguém, deve-se restaurar o direito ou compensá-lo.

O arrependimento é um ato amado por Allah porque mostra a humildade e sinceridade daqueles que a Ele adoram, e também o reconhecimento de seus erros e da infinita misericórdia de Allah. Como muçulmanos, nós nunca devemos achar que nossos pecados são grandes demais, ou que jamais teremos perdão e misericórdia. Isso é contrário à nossa crença, e Allah tem muitos nomes como Al-Ghaffar – o perdoador permanente – e Al -Afuww – O Perdoador, ambos descrevendo sua natureza perdoadora.

Allah nos fala de maneira eloquente no Alcorão, quando diz:

“Dize: ‘Ó Meus servos, que vos excedestes em vosso próprio prejuízo, não vos desespereis da misericórdia de Allah. Por certo, Allah perdoa todos os delitos. Por certo, Ele é O Perdoador, O Misericordiador’.” [Alcorão, 39:53]

Allah criou Seus servos e os conhece bem; conhece cada pensamento e cada ação, sabe que eles irão cair em pecado e ama quando eles se voltam arrependidos para Ele. Então Ele os proveu com o ato de Tawbah, algo tão belo que, se eles o praticarem, Ele não apenas removerá seus pecados, mas os aumentará em bênçãos e em proximidade a Allah! Esta é a misericórdia de Allah.

Entãos os muçulmanos são chamados a se arrependerem o tempo todo, mas no Ramadan isso é ainda mais enfatizado, pois é uma ótima oportunidade para refletir sobre as próprias obras, ações e palavras, e para pedir, sinceramente e de coração, o perdão. E é no Ramadan que as recompensas das boas obras são multiplicadas e a Misericórdia de Allah se estende e encobre Seus servos adoradores. A porta da misericórdia está sempre aberta e nunca é fechada. Não até que a alma alcance a clavícula, quando já não há mais volta.

Na verdade, o Arcanjo Gabriel veio uma vez ao Profeta Muhammad ? e disse: “Desventurado é aquele que encontrou o mês abençoado de Ramadan e deixou passá-lo sem alcançar o perdão”. O Profeta Muhammad ? disse: “Amin”.

Portanto, irmão ou irmã, faça do Ramadan um mês em que você se volta a Allah, em estado humilde, e chore e implore a Ele que perdoe seus pecados, pois seu Senhor está esperando seu arrependimento. Ele ama quando Seu servo se volta para Ele com uma necessidade. Então volte-se para Ele, com um coração cheio de remorso; Sua porta do perdão está sempre bem aberta. 

Nós pedimos a Allah que nos dê a habilidade de reconhecer quando erramos e nos permita voltar para Ele imediatamente em busca sincera do perdão. Que Ele nos perdoe e tenha misericórdia de nós e nos permita estar entre aqueles cuja Tawbah é aceita, Amin.

Dicas práticas:

  1. Nunca perca a esperança. Não importa quantas vezes você caia, levante-se de novo. Perceba que você está lidando com o Mais Misericordioso e O Criador da Misericórdia. Nenhum pecado é grande demais para ele perdoar, então volte-se a Ele arrependido com frequência e peça a Ele com sinceridade. 
  2. Busque o perdão neste Ramadan por todo pecado cometido, o pequeno e o grande, o exposto e o escondido.
  3. Perdoe os outros tanto quanto você gostaria que Allah o perdoasse. Não guarde mágoa em seu coração e purifique-se de qualquer ódio ou raiva de alguém.
  4. Seja sincero. Lembre-se que uma das condições do arrependimento é a sinceridade na intenção de não cometer o erro de novo. 
  5. Allah ama aquele que se arrepende. Na verdade ele declara este amor no Alcorão: “… Por certo, Allah ama os que se voltam para Ele, arrependidos, …” [Alcorão: 2:222]

Fonte: Sajid Umar

Siyam e Ramadan