Sobrecarga e Extremismo na Prática da Religião

Sobrecarga e Extremismo na Prática da Religião

Parte 2 de 3

Suas obrigações são a coisa mais fácil.

As orações são repetidas cinco vezes todos os dias e noites, nos momentos apropriados. O Onisciente as facilitou, tornando obrigatório oferecê-las em congregação ou permitindo que haja uma reunião com o intuito de oferecê-las, porque reunir-se para realizar atos de adoração os torna mais fáceis; Ele decretou que deve haver uma grande dose de bondade e firmeza de fé no compromisso religioso, e que deve haver recompensas imediatas e diversas, o que faz o crente encontrar conforto em cumprir (os atos de adoração) e louvar a Allah por ordená-los aos Seus servos, pois eles não podem viver sem estes.

O zakat não é exigido de nenhuma pessoa pobre que não tenha riquezas que alcancem o nisaab (ou seja, o limite mínimo no qual o zakat se torna devido). Pelo contrário, é exigido dos ricos para completar sua religião e seu Islam, purificar sua riqueza e seus corações, afastar as calamidades de si mesmos e de suas riquezas, purificá-los de seus pecados, oferecer conforto aos necessitados e trazer harmonia à sociedade. Apesar disso, é uma quantia muito pequena quando comparada com o que Allah deu a eles em termos de riqueza e provisão.

Quanto ao jejum, é obrigatório por um mês do ano, no qual todos os muçulmanos se reúnem e abandonam seus desejos básicos – por comida, bebida e relações sexuais – durante o dia, e Allah os recompensa através Sua graça e bondade, completando o compromisso religioso e a fé e aumentando a perfeição, além de muitas outras coisas boas que vêm como consequência do jejum. É também um meio de alcançar piedade/temor (taqwa) que é a base para praticar todos os tipos de boas ações e evitar coisas más.

Com relação ao Hajj, Allah ordenou apenas àquele que é capaz de fazê-lo, e apenas uma vez na vida. Há muitos benefícios religiosos e mundanos nisso, mais do que pode ser contado. Allah diz (interpretação do significado): “Para presenciar certos benefícios seus…” [al-Hajj 22:28], ou seja, tanto em termos religiosos, quanto mundanos.

Depois disso, existem todos os rituais do Islam que são muito fáceis e têm a ver com os direitos de Allah e os direitos de Seus servos. Eles são fáceis por si mesmos. Allah diz (interpretação do significado): “Allah vos deseja a facilidade, e não vos deseja a dificuldade” [al-Baqarah 2:185]. No entanto, se algo impede uma pessoa de fazer coisas, como: doenças, viagens e assim por diante, Allah fez algumas concessões e permitiu a renúncia de alguns deveres, ou permitiu fazê-los de uma maneira diferente, como é bem conhecido.

Além disso, se uma pessoa olha para as várias coisas que são feitas dia e noite, tanto obrigatórias quanto nawafil (voluntárias): oração, jejum, caridade e assim por diante, e quer seguir o exemplo do mais perfeito da humanidade, Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ao fazê-las, descobrirá que não é muito difícil e isso não a impedirá de satisfazer seus interesses mundanos, pelo contrário, ao fazê-las, ela será capaz de cumprir com todos os seus deveres facilmente: para com Allah, para consigo mesma, para com sua família e amigos, e seu dever para com todos aqueles que têm direito sobre ela.

Continua…

Etiqueta e Comportamento