Qual a Crença dos Muçulmanos a respeito de Jesus, alaihi salam

Qual a Crença dos Muçulmanos a respeito de Jesus, alaihi salam

Pergunta 51:

Qual é a crença dos muçulmanos em relação à ‘Issa, filho de Maryam? E qual é o veredito quanto à alegação de que ele foi morto e crucificado?


A resposta pelo Shaykh ibn Uthaymin:

A crença dos muçulmanos em relação à ‘Issa, filho de Maryam, que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre ele, é de que ele é um dos nobres Mensageiros. De fato, ele é um dos cinco principais Mensageiros nos seus propósitos. Eles são Muhammad (que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele), Ibrahim (Abraão), Musa (Moisés), Noah (Noé) e ‘Issa (Jesus) (que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre todos eles). Allah, o Altíssimo mencionou-os em três lugares no Seu Nobre Livro. Assim, Ele disse na Sura Al-Ahzab:

“E quando firmamos a aliança com os profetas, e contigo e com Noé e com Abraão e com Moisés e com Jesus, filho de Maria. E firmamos sólida aliança com eles (…).” [Qur’an, Sura Al-Ahzab (33):7]

Além disso, também na Sura Ash-Shura, Allah disse:

“(…) Ele legislou, para vós, o que recomendara a Noé, e o que te revelamos, e o que recomendáramos a Abraão e a Moisés e a Jesus: ‘Observai a religião e, nela, não vos separeis.’” [Qur’an, Sura Ash-Shura (42):13]

Cremos que ‘Issa (que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele) é um humano de entre os filhos de Adão, criado de uma mãe, sem um pai, e de que ele é um servo-adorador de Allah e o Seu Mensageiro. Portanto, ele é um servo, que não deve ser adorado, e um Mensageiro, que não deve ser rejeitado. E de que ele não possui nenhuma das qualidades de Rubbobiyyah [Unicidade da Divindade]. Em vez disso, ele é conforme Allah mencionou:

“Ele não é senão um servo, a quem agraciamos e de quem fizemos um exemplo para os filhos de Israel.” [Qur’an, Sura Az-Zukhruf (43):59]

E de que ele (que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre si) não ordenou ao seu povo designá-lo e à sua mãe como deuses além de Allah. Na verdade, ele disse aquilo com que Allah lhe ordenou:

“’Adorai a Allah, meu Senhor e vosso Senhor’.” [Qur’an, Sura Al-Ma’ida (5):117]

E de que ele, ‘Eesaa (que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre si) foi criado pela Palavra de Allah (Sê!) conforme Allah, o Altíssimo, diz:

“Por certo, o exemplo de Jesus, perante Allah, é como o de Adão. Ele o criou de pó; em seguida, disse-lhe: ‘Sê’, então foi.” [Qur’an, Sura Al-i-Imran (3):59]

E de que não há nenhum Profeta entre ele (‘Eesaa) e Muhammad (que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele), como Allah, o Altíssimo, diz:

“E quando Jesus, filho de Maria, disse: ‘Ó filhos de Israel! Por certo, sou para vós o Mensageiro de Allah, para confirmar a Tora, que havia antes de mim, e anunciar um Mensageiro, que virá depois de mim, cujo nome é Ahmad.’Então, quando lhes chegou com as evidências, disseram: ‘Isso é evidente magia!’” [Qur’an, Sura As-Saff (61):6]

E a fé de nenhum indivíduo será completa até que creia que ‘Eesaa é o servo e Mensageiro de Allah, e de que ele é livre, acima daquilo com o qual os judeus o descreveram, – eles dizem que ele era o filho de uma prostituta concebido por meio da fornicação. Buscamos refúgio em Allah disso. Allah, o Altíssimo livrou-lhe de tudo isso. E também, os muçulmanos disassociam-se do caminho dos cristãos que se desviaram no seu entendimento da realidade em relação à ‘Eesaa filho de Maryam, uma vez que lhe designaram a ele e à sua mãe como deuses além de Allah. E alguns deles dizem: “Ele é o filho de Allah”, e outros dizem: “Allah é o terceiro dos três (Trindade).”

Quanto à ele (‘Eesaa) ter sido morto e “crucificado”, Allah, o Único livre de todas as imperfeições e o Altíssimo, categoricamente e decisivamente rejeitou que ele tenha sido morto ou crucificado. Assim, Ele, o Todo-Poderoso e o Magnífico, disse:

“Ora, eles não o mataram nem o crucificaram, mas isso lhes foi simulado. E, por certo, os que discrepam a seu respeito estão em dúvida acerca disso. Eles não têm ciência alguma disso, senão conjeturas, que seguem. E não o mataram, seguramente; mas, Allah ascendeu-o até Ele. E Allah é Todo-Poderoso, Sábio. E não há ninguém dos seguidores do Livro que, antes de morrer, deixe de nele crer. E, no Dia da Ressurreição, ele será testemunha contra eles.” [Qur’an, Sura An-Nisa (4):157-159]

Desse modo, todo aquele que crer que ‘Eesaa, filho de Maryam, que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre ele, foi morto e crucifixado, então terá rejeitado o Qur’an. E todo aquele que rejeita o Qur’an é um descrente. Assim, cremos que ‘Eesaa (que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele) não foi nem morto nem crucificado. Porém, dizemos que os judeus arrastaram para si mesmos o pecado da morte e da crucifixação, uma vez que alegam que mataram ‘Eesaa, filho de Maria, o Mensageiro de Allah, quando que na verdade não lhe mataram. Em vez disso, eles mataram alguém que foi ali colocado para se assemelhar a ele, porque Allah colocou a semelhança de ‘Eesaa sobre um homem de entre eles, e mataram e crucificaram-no. E depois disseram que mataram ‘Eesaa, filho de Maria, o Mensageiro de Allah. Dessa forma os judeus arrastaram para si mesmos o pecado da morte e da crucifixação no seu testemunho concernente a eles próprios. E quanto à ‘Eesaa, filho de Maryam, Allah, o Altíssimo, livrou-o disso, e protegeu-o e ascendeu-o à Si nos céus.

E ele deverá descender à terra no fim dos tempos (antes do estabelecimento da Hora), e julgará pela Shari’ah de Muhammad (que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele), depois morrerá na terra e será enterrado nela; de seguida, ele será elevado (ascendido) tal como o resto dos filhos de Adão, já que Allah, o Altíssimo, diz:

“Dela vos criamos e a ela vos tomamos e dela vos faremos sair, outra vez.” [Qur’an, Sura Ta-Ha (20):55]

Ele (Allah) disse:

“Ele disse: “Nela vivereis e nela morrereis e dela far-vos-ão sair.” [Qur’an, Sura Al-A’raf (7):25]

Traduzido por Dr. Saleh as-Saleh, que Allah tenha misericórdia dele.

Fonte:Understanding Worship – Fiqh ul-‘Ibadah – Shaykh ibn Uthaymeen

Fonte: Abdurrahman.Org

Jesus (عليه سلم) - Um Profeta do Islam