A História do Filho a ser Sacrificado

Pergunta: Segundo a crença muçulmana, o Profeta Abraão (عليه سلم) queria sacrificar o seu filho Ismael (عليه سلم). Sobre esta questão, numa discussão que tive com um não-muçulmano, ele disse que este caso não é mencionado no Alcorão. Depois de algumas pesquisas, parece-me que o Alcorão contém uma certa ambiguidade sobre a identidade do filho que Abraão queria imolar (dependendo da tradução que eu tenho: Sura 37). Espero uma orientação sustentada por argumentos sobre a posição dos muçulmanos quanto a Abraão e o sacrifício de imolação.

Resposta:

Allah diz de seu fiel servo e amigo Abraão (???? ???):

“E disse (Abraão): Vou para o meu Senhor, Que me encaminhará. Ó Senhor meu, agracia-me com um filho que figure entre os virtuosos! E lhe anunciamos o nascimento de uma criança (que seria) dócil. E quando chegou à adolescência, seu pai lhe disse: Ó filho meu, sonhei que te oferecia em sacrifício; que opinas? Respondeu-lhe: Ó meu pai, faze o que te foi ordenado! Encontrar-me-ás, se Deus quiser, entre os perseverantes!E quando ambos aceitaram o desígnio (de Deus) e (Abraão) preparava (seu filho) para o sacrifício.Então o chamamos: Ó Abraão, Já realizaste a visão! Em verdade, assim recompensamos os benfeitores. Certamente que esta foi a verdadeira prova.E o resgatamos com outro sacrifício importante.E o fizemos (Abraão) passar para a posteridade.Que a paz esteja com Abraão - Assim, recompensamos os benfeitores- Porque foi um dos Nossos servos fiéis. E lhe anunciamos, ainda, (a vinda de) Isaque, o qual seria um profeta, entre os virtuosos.E o abençoamos, a ele e a Isaque. Mas entre os seus descendentes há benfeitores, e outros que são verdadeiros iníquos para consigo mesmos.” (Alcorão, 37:99-113)

Ibn Kathir (???? ????) disse:

"Allah mencionou que quando Abraão saiu de seu país, ele pediu a Allah para lhe dar um filho piedoso e Allah lhe trouxe a boa notícia relacionada com o nascimento de um filho dócil. Se trata de Ismael (???? ???), pois que ele foi o primeiro filho de Abraão (???? ???). Isto não é objeto de disputa entre os seguidores de todas as religiões: todos admitem que Ismael era seu filho mais velho.

As palavras "E quando chegou à adolescência..." ou seja: ele cresceu e começou a cuidar de seus interesses como seu pai. Para Mudjahid significa: 'ele cresceu e saiu da casa de seu irmão, pois era capaz de assumir as mesmas ocupações que seu pai'. Foi então que Abraão viu no sonho que tinha recebido a ordem para imolar seu filho. A este respeito, um hadith relatado por Ibn Abbas atribuído ao Profeta ? implicitamente "o sonho dos profetas é uma revelação."

Foi um teste ao qual Allah, Poderoso e Majestoso, quis submeter o Seu amigo, dando-lhe ordens para sacrificar seu amado filho que ele teve em uma idade muito avançada e depois de ter recebido a ordem de se estabelecer com sua esposa em um país deserto, um vale onde não havia nenhum homem, nenhuma pastagem ou rebanho... Ele se submeteu ao comando de Allah neste dia e deixou neste lugar sua esposa e filho pela confiança que tinha em Allah. Allah deu-lhes alívio e um final feliz e forneceu meios de subsistência a partir de fontes inesperadas. Depois de tudo isso, ele recebeu a ordem de sacrificar seu filho primogénito e único e ele aceitou a ordem e tinha informado a seu filho para que este se conformasse e estivesse mais confiante, e que o teste lhe fosse mais suportável do que se houvesse sido surpreendido violentamente e imolado da mesma forma. Neste sentido Abraão disse: “Ó filho meu, sonhei que te oferecia em sacrifício; que opinas?” (Alcorão 37:102) e que o filho dócil apressou-se a dizer: "Ó meu pai, faze o que te foi ordenado! Encontrar-me-ás, se Deus quiser, entre os perseverantes!"(Alcorão 37:104).

Esta resposta muito correta e reflete a dupla obediência ao pai e ao Mestre dos servos. E Allah diz: “Ó Abraão, já realizaste a visão! Em verdade, assim recompensamos os benfeitores." (Alcorão 37:105). O termo "aslama" significa, que eles se submeteram à ordem de Allah e resolveram executá-la. O termo "tallahou lil djabin" significa: ele deitou-o rosto contra o chão. Ele tinha feito isso para evitar olhar o rosto do filho no momento da imolação. Isso é o que Mudjahid, Ibn Abbas, Said ibn Jubayr, Quatada e Dhahhak disseram. O termo "aslama" ainda significa: Abraão pronunciou o nome de Allah e disse Allahu Akbar, e que a criança pronunciou a profissão de fé como meio de preparação para sua morte.

Suddi e outros disseram que Abraão tinha esfregado a faca contra a garganta do filho, mas não teria conseguido cortar nada. Diz-se que uma placa de cobre foi inserida entre a faca e a garganta. Allah sabe mais. Foi nesse momento que uma chamada ressoou da parte de Allah, o Poderoso e Majestoso, “Ó Abraão, já realizaste a visão! Em verdade, assim recompensamos os benfeitores." (Alcorão 37:105). Ou seja, o objetivo do teste ao qual você foi submetido foi atingido, porque você obedeceu e executou a ordem de seu Mestre rapidamente e lhe ofereceu seu filho em sacrifício, como você já tinha concordado em enfrentar o fogo e oferecer hospitalidade aos convidados. É por isso que Allah diz: "Certamente que esta foi a verdadeira prova”, ou seja: este é um teste claro e evidente. A palavra de Allah: "E o resgatamos com outro sacrifício importante" ou seja, que substituiu o sacrifício de seu filho por uma compensação que foi enviada por Allah. Para a maioria (dos estudiosos), a compensação que foi imolada no lugar de Ismail se trata de um carneiro branco com olhos grandes. Ath-Thawri disse segundo 'Abd-Allah ibn' Uthman ibn Khaytham, segundo Said ibn Jubayr disse segundo Ibn Abbas que o carneiro se alimentou nas pastagens do Paraíso durante 40 outonos.

Foi narrado a partir de Ibn Abbas que a cabeça do carneiro tinha sido pendurada na Kaaba ate secar. Isto é suficiente para provar que o filho a ser sacrificado era Ismael, uma vez que foi ele quem residia em Meca, porque, a nosso conhecimento, Isaque não visitou Meca durante a sua infância. Allah sabe mais." (Consultar: al-Bidaya wa an-Nihaya de Ibn Kathir, 1/157-158.)

O filho a ser sacrificado era Ismael e não Isaque segundos os argumentos já mencionados. Ibn Kathir citou em seus comentário, sobre este episódio, vários aspectos que provam que o filho a ser sacrificado era Ismael. Aqui vai o resumo: 

  1. Ismail foi o primeiro filho que Abraão teve a boa nova de receber e é amplamente considerado pelos muçulmanos e os adeptos do Livro (judeus e cristãos), como sendo mais velho que Isaque. Além disso, foi mencionado entre os adeptos do Livro que Allah lhe havia ordenado a sacrificar seu único filho ou o filho mais novo em uma outra versão.
  2. O filho mais velho é normalmente mais querido por seu pai que os nascidos depois dele. É por isso que dar a ordem para lhe imolar é o teste mais difícil.
  3. O Alcorão citou a boa notícia sobre o nascimento de um menino dócil, citou que foi ele que foi designado para ser sacrificado. Além disso, o Alcorão diz: "E lhe anunciamos, ainda, (a vinda de) Isaque, o qual seria um profeta, entre os virtuosos". Quando os anjos vieram a Abraão com a boa notícia do nascimento de Isaque, eles disseram: "Nós certamente trouxemos boas notícias sobre o nascimento de um menino sábio."
  4. Allah diz: "nós trouxemos a boa nova do nascimento de Isaque e depois dele Jacó." Isso quer dizer que Isaque teria durante a vida de seu pai, um filho chamado Jacó e seus descendentes viriam dele... Não é admissível, em vista disso, dar-lhe a ordem para imolar Isaque durante sua infância, porque Allah prometeu que lhe daria uma descendência e progenitura.
  5. Ismael foi descrito como "dócil", porque é o epíteto que é apropriado para o contexto. (Tafsir Ibn Kathir, 4/15)

Por Sheikh Muhammed Salih Al-Munajjid

Fonte: IslamQA


You have no rights to post comments