Idris (que a paz esteja sobre ele)

Idris (que a paz esteja sobre ele)

Allah elevou o estatuto de Idris (Enoque – que a paz esteja sobre ele), descrevendo-o como um Profeta e verdadeiro:

“E menciona, no Livro, a Idris. Por certo, ele era veracíssimo, profeta. E elevamo-lo a um lugar altíssimo.” [Mariam, 19:56-57]

De Ibn Kathir, extraímos as seguintes informações sobre o Profeta Idris: Ele nasceu e foi criado na Babilônia seguindo os ensinamentos e a religião do profeta Adam e seu filho Seth (que a paz esteja sobre ambos). Idris foi a quinta geração na descendência de Adam e Eva. Ele chamou o povo de volta à religião de seus antepassados, mas apenas alguns o ouviram, enquanto a maioria lhe deu as costas.

O profeta Idris (que a paz esteja sobre ele) e seus seguidores deixaram a Babilônia e migraram para o Egito. Lá ele cumpriu sua missão, incentivando as pessoas ao que é justo e correto, ensinando-as certas orações, instruindo-as a jejuar em determinados dias e a doar uma parte de seus bens aos pobres.

Ele foi o primeiro dos Filhos de Adam a receber a profecia depois de Seth (que a paz esteja sobre eles). É relatado que ele foi o primeiro a inventar a forma básica de escrita. Extraído de Stories of the Prophets de Ibn Kathir.

A Migração para o Egito

Há uma diferença de opinião sobre a linhagem de Idris, mas a mais correta é mencionada por Ibn Kathir, acima. Ele recebeu o nome de “Idris” com a raiz desta palavra vinda da palavra árabe “dirasah” que significa “longo estudo”. Ele foi  assim chamado porque estudou muito o que foi revelado ao Profeta Adam e ao Profeta Seth.

Quanto à sua aparência física, Al-Hakim disse em seu Mustadrak, copiando de Samurah, filho de Jundub, que Idris era alto, de pele branca. Ele tinha tórax largo, pouco pelo no corpo e muito cabelo na cabeça, uma leve descoloração da pele em seu peito.

Quando a injustiça e a inimizade se espalharam entre as pessoas na Terra, Allah elevou Idris aos céus. Foi mencionado que Idris foi o primeiro a usar a caneta depois de Adam (Adam possuía o conhecimento de como usá-la) e o primeiro a cortar e costurar materiais. Ibn Hibban disse em seu livro As-Sahih, de Abu Dharr, que o Profeta disse:

“Ó Abu Dharr, quatro entre os Profetas falavam uma língua chamada siríaca: Adam, Seth, Akhanukh (referindo-se a Idris, o primeiro a usar a caneta depois de Adam) e Nuh.” (Ibn Hibban, As-Sahih)

Idris é o Terceiro Profeta

Idris é o terceiro dos Profetas. Há divergências quanto ao seu local de nascimento. Alguns disseram que ele nasceu na Babilônia e alguns disseram Egito, porém o correto é que ele nasceu na Babilônia, no Iraque. Nos primeiros anos de Idris, ele seguiu o conhecimento difundido por Adam e Seth. Então, Allah fez dele um Profeta e Mensageiro. Allah revelou 30 livretos curtos (suhuf) para Idris, conforme declarado no hadith, narrado de Abu Dharr, por Ibn Hibban. Idris ensinou o povo sobre Allah e os chamou para implementar as regras da Religião. Ele enfatizou que o único que merece adoração é Allah.

Todas as pessoas eram muçulmanas durante a vida do Profeta Idris, porém algumas pessoas foram desobedientes em seguir certas regras da Religião. Assim, Idris tomou a decisão de deixar o Iraque e ir para o Egito. A grandeza do rio Nilo impressionou Idris que, ao se deparar com aquilo, pensou no poder de Allah e O louvou.

Diz-se que ele viveu 82 anos na Terra. Então, Allah o elevou aos céus, em seguida ele desceu e morreu na Terra.

Na época de Idris, o povo falava 72 idiomas e Allah permitiu que ele conhecesse todas, para que pudesse ensinar todas as pessoas em sua própria língua. A surata Ibrahim, versículo 4, afirma que “E não enviamos Mensageiro algum senão com a língua de seu povo, para que ele torne evidente, para eles, a Mensagem”.

Allah deu ao profeta Idris o conhecimento das ciências e astronomia, que ele ensinou ao povo. Ele foi o primeiro a dar atenção à ciência da medicina, o primeiro a avisar que um dilúvio viria como castigo (como aconteceu no tempo de Nuh), o primeiro a estabelecer as regras de planejamento urbanístico. Diz-se que o profeta Idris construiu as duas famosas pirâmides do Egito.

Entre seus famosos ditos, estava: “Ser paciente, enquanto se crê em Allah, leva à vitória”. Isso estava gravado na pedra de seu anel. Ele ensinou a se ter uma intenção sincera quando se faz uma súplica a Allah, reza ou jejua. Idris disse ao povo para não jurar por Allah ao mentir e não mentir.

A História do Profeta Idris e o Shaitan

Abu Ishaq al-Isfarayini, em seu livro At-Tartib fi Usulil-Fiqh, (A Ordem nos Assuntos que Pertencem aos Fundamentos de Fiqh) disse que o primeiro a apresentar o conceito de uma “impossibilidade intelectual” foi o Profeta Idris. Ele narrou o seguinte incidente:

Shaitan veio ao Profeta Idris, que estava costurando. O profeta Idris estava dizendo “Subhanallah” cada vez que ele enfiava a agulha, e cada vez que ele a tirava, ele dizia “Al-Hamdulillah”. Shaitan veio até ele e trouxe uma casca e disse: “Allah tem o poder de colocar todo o universo nesta pequena casca?” O profeta Idris disse: “Se Allah quiser, Ele tem o poder de fazer todo este universo estar dentro do buraco desta agulha que estou usando para costurar.” Então, o Profeta Idris cutucou o olho de Satanás com a agulha e ele se tornou caolho.

Abu Ishaq explicou o significado do dito do Profeta Idris a Satanás: “Se Allah quiser reduzir o universo inteiro o suficiente para entrar no buraco de uma agulha, então Ele fará. No entanto… isso é intelectualmente impossível”. Abu Ishaq disse que o Profeta Idris não deu os detalhes disso ao Shaitan porque este era uma criatura teimosa. Ele só fez a pergunta para confundi-lo, apenas fez a pergunta por maldade e num esforço infrutífero de tirar Idris da religião.

Algumas de suas sábias palavras são, segundo Ibn Kathir:

  • Feliz é aquele que olha para seus próprios atos e os nomeia como defensores de seu Senhor.
  • Ninguém pode mostrar melhor gratidão pelos favores de Allah do que aquele que os compartilha com os outros.
  • Não inveje as pessoas pelo que elas têm, pois elas aproveitarão apenas por um curto período de tempo.
  • Aquele que se entrega ao excesso não se beneficiará com isso.
  • A verdadeira alegria da vida é ter sabedoria.

Fontes: Islamic Bulletin e Islamic House of Wisdom

Leia também: Adam (que a paz esteja sobre ele)

Histórias de Profetas e Mensageiros Uncategorized