Homens e Mulheres são Considerados Iguais?

Homens e Mulheres são Considerados Iguais?

Esta palavra – igualdade – que muitos pensadores, tanto no Oriente quanto no Ocidente, defendem em vários campos da vida é uma palavra que se baseia no desvio e na falta de compreensão, especialmente quando o orador atribui essa ideia de igualdade ao Qur’an e ao Islam.

Uma das coisas que as pessoas entendem mal é quando dizem que “o Islam é a religião da igualdade”. O que eles devem dizer é que o Islam é a religião da justiça.


Shaikh Ibn ‘Uthaimin (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Aqui devemos notar que há algumas pessoas que falam de igualdade em vez de justiça, e isso é um erro. Não devemos dizer igualdade, porque a igualdade não implica diferenciação entre os dois. Por causa dessa injusta exigência de igualdade, eles começaram a perguntar: ‘qual é a diferença entre homem e mulher?’ Então eles fizeram homens e mulheres iguais, em seguida, os comunistas disseram: ‘Que diferença há entre governante e cidadão? Ninguém tem autoridade sobre os outros, nem mesmo pais e filhos; o pai não tem autoridade sobre o filho’, e assim por diante.

Mas se dissermos justiça, que significa dar a cada um aquilo a que tem direito, este mal-entendido não mais se aplicaria, e a palavra usada seria correta. Por isso, não é dito no Qur’an que Allah ordena a igualdade, mas sim (interpretação do significado):

“Por certo, Allah ordena a Al-‘Adl (isto é, justiça)”

[Al-Nahl 16:90]

“E, quando julgardes entre homens, que julgueis com justiça”

[Al-Nisa’ 4:58]

Aqueles que dizem que o Islam é a religião da igualdade estão mentindo contra o Islam. Pelo contrário, o Islam é a religião da justiça que significa tratar igualmente aqueles que são iguais e diferenciadamente aqueles que são diferentes.

Ninguém que conhece a religião do Islam diria que é a religião da igualdade. Em vez disso, o que mostra que este princípio é falso é o fato de que a maior parte do que é mencionado no Qur’an nega a igualdade, como nos seguintes versículos:

Dize: “Igualam-se os que sabem e os que não sabem?”

[Al-Zumar 39:9]

Dize: “Igualam-se o cego e o vidente? Ou igualam-se as trevas e a luz?

[Al-Ra’d 13:16]

“Não se iguala, dentre vós, quem despendeu e combateu antes da conquista a quem despendeu e combateu após.”

[Al-Hadid 57:10]

“Não se igualam os ausentes do combate, dentre os crentes não inválidos, e os lutadores no caminho de Allah, com suas riquezas e com si mesmos.”

[Al-Nisa’ 4:95]

Nem uma única letra no Qur’an ordena a igualdade, mas sim a justiça. Você também achará que a palavra justiça é aceitável para as pessoas, pois sinto que se sou melhor do que este homem em termos de conhecimento, ou riqueza, ou piedade, ou em fazer o bem, eu não gostaria que ele fosse igual a mim.

Todo homem sabe que dizer que o homem é igual à mulher é considerado inaceitável.”

Sharh al-‘Aqidah al-Waasitah, 1 / 180-181

Com base nisso, o Islam não considera homens e mulheres como iguais em questões onde considerá-los como iguais resultaria em injustiça para um deles, porque a igualdade que é inadequada é uma forma grave de injustiça.

O Qur’an ordena que as mulheres usem roupas diferentes das usadas pelos homens, por causa das diferenças na maneira em que cada gênero é tentado pelo outro. A tentação imposta pelos homens é menor do que a tentação imposta pelas mulheres, então as roupas que as mulheres devem vestir são diferentes das roupas que os homens vestem. Não faz sentido dizer às mulheres para expor as partes do corpo que os homens são autorizados a expor, por causa das diferenças na tentação posta pelo corpo de uma mulher e pelo corpo de um homem – como vamos explicar.

Em segundo lugar:

Há assuntos em que homens e mulheres são tratados de maneira diferente na shari’ah (legislação) islâmica, tais como:

1 – Qiwamah (responsável pela casa)

Allah diz (interpretação do significado):

“Os homens têm autoridade (protetores e mantenedores) sobre as mulheres, pelo que Allah preferiu alguns a outros, e pelo que despendem de suas riquezas.”

[Al-Nisa’ 4:34]

Ibn Kathir (que Allah tenha misericórdia dele) disse:

“Allah diz: ‘Os homens têm autoridade (protetores e mantenedores) sobre as mulheres’ significando que o homem está no comando da mulher, isto é, ele é o líder e chefe da casa, aquele que a disciplina caso ela se extravie.

‘Pelo que Allah preferiu alguns a outros’, ou seja, porque os homens são superiores às mulheres e são melhores do que as mulheres. Por isso, a profecia só foi dada aos homens, assim como a posição do khalifah, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Nenhum povo que designar uma mulher como governante jamais prosperará.” Narrado por Al-Bukhari do hadith de ‘Abd al-Rahman ibn Abi Bakrah de seu pai. O mesmo se aplica à posição do qadi (juiz), etc.

e pelo que despendem de suas riquezas’ refere-se ao mahr e os gastos com a manutenção das mulheres que Allah ordenou aos homens em Seu Livro e na Sunnah do Seu Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) . Assim, um homem é inerentemente melhor do que uma mulher, e é superior a ela, porque gasta com ela. Portanto, é apropriado que ele esteja a cargo dela, como Allah diz, ‘E há para os homens um degrau acima delas.’ [al-Baqarah 2: 228].

Ali ibn Abi Talhah disse, narrando de Ibn ‘Abbaas: ‘Os homens têm autoridade (protetores e mantenedores) sobre as mulheres’ significa que os homens são os líderes das mulheres e elas devem obedecê-los em áreas onde Allah ordenou a obediência. Obediência pode significar tratar a família dele gentilmente e proteger sua riqueza.”

(Tafsir Ibn Kathir, 1/490)

2 – Testemunho ou prestar testemunho. O Qur’an afirma que o testemunho de um homem é equivalente ao testemunho de duas mulheres.

Allah diz (interpretação do significado):

“E tomai duas testemunhas, dentre vossos homens. E, se não houver dois homens, então um homem e duas mulheres, dentre quem vós aceitais por testemunhas, pois, se uma delas se descaminha da lembrança de algo, a outra a fará lembrar.”

[Al-Baqarah 2: 282]

Ibn Kathir disse:

Duas mulheres devem tomar o lugar de um homem porque às mulheres falta um pouco da razão, como Muslim narrou em seu Sahih… de Abu Hurairah, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Ó mulheres, dai em caridade e buscai o perdão em demasia, porque eu vi que vós formais a maioria do povo do Inferno.” Uma mulher sábia dentre aquelas disse: “Por que, ó Mensageiro de Allah, somos a maioria do povo do Inferno?” Ele disse: “Porque vós amaldiçoais demais, e sois ingratas para com seus cônjuges. Não vi ninguém que faltasse em bom senso e falhasse em religião, ao mesmo tempo roubasse a sabedoria dos sábios, além de vós.” A mulher perguntou: “Ó Mensageiro de Allah, o que há de errado com nosso senso comum e nossa religião?” Ele disse: “Vossa falta de senso comum (pode ser julgada a partir do fato) que a evidência vinda de duas mulheres é igual à de um homem, o que é uma prova da falta de bom senso, e vós passais algumas noites (e dias) em que não ofereceis a oração e no mês de Ramadan (durante aqueles dias) vós não observais o jejum, isto é uma falha na religião.” (Tafsir Ibn Kathir, 1/336)

Pode haver algumas mulheres que sejam mais sábias do que alguns homens, mas esta não é a regra usual e tais mulheres não formam a maioria. A Shari’ah é baseada no que é geral e mais comum.

O fato de que as mulheres carecem de razão não significa que elas sejam loucas, ao contrário, sua razão é muitas vezes ultrapassada por suas emoções, e isso acontece às mulheres mais frequentemente do que acontece aos homens. Ninguém negaria isso exceto aquele que é arrogante.

3 – Uma mulher herda metade do que um homem herda.

Allah diz (interpretação do significado):

“Allah recomenda-vos, acerca da herança de vossos filhos: ao homem, cota igual à de duas mulheres”

[Al-Nisa’ 4:11]

Al-Qurtubi disse:

“Porque Allah sabe melhor do que elas o que melhor lhes convém, Ele fez a divisão da herança baseada nesta diferenciação, porque Ele sabe o que é mais conveniente.”

Tafsir al-Qurtubi, 5/164

Por exemplo, um homem é obrigado a gastar mais do que uma mulher, então é apropriado que ele tenha uma parcela maior de herança do que uma mulher.

4 – Vestuário:

A awrah (partes privadas, que devem ser ocultadas) de uma mulher inclui seu corpo inteiro. O mínimo que pode ser dito é que ela não deve descobrir nada, exceto seu rosto e mãos, e foi dito que ela não deveria descobrir nem isso.

Allah diz (interpretação do significado):

“Ó Profeta! Dize a tuas mulheres e a tuas filhas e às mulheres dos crentes que se encubram em suas roupagens. Isso é mais adequado, para que sejam reconhecidas e não sejam molestadas. E Allah é Perdoador, Misericordiador.”

[Al-Ahzaab 33:59]

A awrah de um homem é a área do umbigo aos joelhos.

Foi dito a ‘Abd-Allaah ibn Ja’far ibn Abi Taalib, “Diga-nos o que tu ouviste do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e o que tu viste d’Ele e não nos conte sobre mais ninguém. Ele disse: Ouvi o Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) dizer: ‘A área entre o umbigo e o joelho é ‘awrah’”.

Narrado por al-Haakim em al-Mustadrak (6418); classificado como hasan por al-Albaani em Sahih al-Jaami‘, 5583.

Outros exemplos incluem o seguinte, esta não é uma lista abrangente.

Existem outras diferenças entre os gêneros, incluindo as seguintes:

· Um homem pode se casar com quatro mulheres, mas uma mulher só pode ter um marido.

· Um homem tem o direito de emitir um divórcio e é válido se o fizer, mas uma mulher não tem o direito de emitir um divórcio (ela deve solicitá-lo).

· Um homem pode se casar com uma mulher dentre as Pessoas do Livro (judeus e cristãos), mas uma mulher muçulmana não pode se casar com ninguém além de um muçulmano.

· Um homem pode viajar sem sua esposa ou qualquer de seus maharim (responsáveis), mas uma mulher não pode viajar a menos que estiver acompanhada por um mahram.

· A oração na mesquita é obrigatória para os homens, mas não para as mulheres; a oração de uma mulher em sua casa é mais amada por Allah.

· Uma mulher pode usar seda e ouro, mas um homem não deve usá-los.

Tudo o que mencionamos é baseado na diferença entre homens e mulheres, porque o homem não é como a mulher. Allah diz (interpretação do significado):

“E o varão não é igual à varoa”

[Aal ‘Imraan 3:36]

O homem é diferente da mulher em muitos aspectos, em sua força, em seu corpo, em sua tenacidade e aspereza, enquanto que as mulheres são suaves e gentis.

E os homens são diferentes em termos intelectuais, pois os homens são conhecidos por sua força de compreensão e sua memória em comparação com as mulheres. As mulheres são mais fracas do que os homens quanto à memória e esquecem mais do que os homens. Isso é bem conhecido, pois a maioria dos estudiosos respeitáveis ​​do mundo são homens. Existem algumas mulheres que são mais inteligentes e têm melhores memórias do que alguns homens, mas isso não anula a regra geral. A maioria dos casos é como descrito acima.

Com relação às emoções, os homens falam delas quando ficam com raiva ou quando estão felizes, mas as mulheres são afetadas pelos menores efeitos emocionais, então suas lágrimas fluem na menor provocação emocional.

Jihad é obrigatório para os homens, mas jihad no sentido de luta não é obrigatória para as mulheres. Esta é a misericórdia de Allah para com elas, e consideração pela sua natureza.

Em conclusão, podemos dizer que as decisões para os homens não são como as decisões para as mulheres.

Em terceiro lugar:

O Islam considera os homens e as mulheres igualmente obrigados em relação a muitos atos de adoração e interações com os outros. Por exemplo, as mulheres realizam o wudu, assim como os homens, elas fazem ghusl como os homens, oram como os homens, e jejuam como os homens, exceto quando estão menstruando ou com sangramento pós parto. As mulheres pagam o zakah como os homens pagam o zakah, e fazem o Hajj como os homens, exceto por algumas diferenças nas regras. É admissível e aceitável comprar de uma mulher, e se uma mulher dá em caridade, isso é permitido. É permitido à mulher libertar os escravos que ela possui, e há muitos outros casos semelhantes, porque as mulheres são as metades gêmeas dos homens, como é dito no hadith:

Foi narrado que ‘Aisha disse: O Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) foi questionado sobre um homem que encontrou um pouco de umidade (em suas roupas), mas não teve um sonho erótico, e ele disse: “Ele deve fazer o ghusl.” Ele foi perguntado sobre um homem que teve um sonho erótico, mas não encontrou qualquer umidade, então ele disse: “Ele não precisa fazer o ghusl.” Umm Salamah disse: “Ó Mensageiro de Allah, se uma mulher vê aquilo, ela deve fazer o ghusl?” Ele disse: “Sim, porque as mulheres são as metades gêmeas dos homens.”

(Narrado por al-Tirmidhi, 113, Ahmad, 25663. Classificado como sahih por al-Albaani em Sahih al-Tirmidhi, 98)

Conclusão:

As mulheres são como os homens em alguns aspectos e diferem deles em outros. A maioria das regras do Islam se aplicam a homens e mulheres igualmente. Nos casos em que se faz uma distinção entre os sexos, o muçulmano considera isso como uma misericórdia de Allah e um sinal de Seu conhecimento sobre Sua criação, mas o kaafir (incrédulo) arrogante vê isso como opressão e injustiça, então insiste, teimosamente, em afirmar que homens e mulheres são iguais. Portanto, deixe-o nos contar como um homem pode carregar um feto e amamentá-lo? Ele ignora obstinadamente a fraqueza das mulheres e seu sangramento durante o período menstrual, e teima em bater a cabeça contra a rocha da realidade. Mas o muçulmano ainda está em paz com sua fé, entregando-se ao comando de Allah.

“Não saberá Ele a quem criou? E Ele é O Sutil, O Conhecedor”

[Al-Mulk 67:14 – interpretação do significado]

E Allah sabe melhor.

Fonte: islamqa.info

O Islam e o Ser Humano