Dia Quatro: Dos Pareceres sobre Rezar no Ramadan

Dia Quatro: Dos Pareceres sobre Rezar no Ramadan

Meus irmãos: Allah tornou obrigatórios muitos e diversos tipos de atos de adoração para que possamos participar de vários deles. Para que, não apenas cumpramos só um ato de adoração e acabemos abandonando-o. Dentre esses atos de adoração, alguns Allah tornou obrigatório, os quais não somos permitidos a ter deficiências no desempenho, nem somos permitimos abandoná-los. Allah também fez alguns atos nafl (voluntários), dos quais podemos alcançar a aproximação de Allah e a completude.


A partir disso, Allah tornou obrigatórias as cinco orações diárias. São cinco em ação e cinquenta em escala. Allah fez as orações nawafil como uma maneira de aperfeiçoar a obrigação e alcançar a proximidade a Allah. Desses atos são as orações nawafil estabelecidas, que estão conectadas às orações obrigatórias: duas rak’aat antes do Fajr, quatro antes do Dhuhr e duas depois, duas depois do Maghrib e duas depois do Isha. Ainda, há a oração noturna que Allah fala no Alcorão sobre aqueles que as realizam, dizendo: “E os que passam a noite prosternando-se, diante de seu Senhor, e orando de pé” e dizendo: “Seus flancos apartam-se dos leitos, enquanto suplicam a seu Senhor, com temor e aspiração, e despendem do que lhes damos por sustento.” O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “A melhor oração depois das obrigatórias é a oração da noite” (Muslim). Ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) também disse: “Ó povo, espalha o salaam, oferece comida generosamente, mantém os laços de parentesco, ora à noite quando as pessoas estiverem dormindo e entra no Paraíso em paz” (Classificado como Sahih por Tirmidhi e Al-Hakim).

Após a oração noturna, há a oração witr. A mais curta sendo composta de apenas uma rak’ah e a máxima sendo onze rak’aat, e você a torna ímpar oferecendo apenas uma rak’ah. Como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem quer que deseje rezar uma rak’ah no witr, poderá fazê-lo.” (Abu Dawud e An-Nasaa’i) Ou você pode fazer o witr com três rak’aat, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem quer que deseje rezar três rak’aat no witr, poderá fazê-lo.” (Abu Dawud e An-Nasaa’i). Se quiser, você pode executar essas rak’aat com apenas um salaam, como é narrado por At-Tahawi, que Umar bin Al-khataab (que Allah esteja satisfeito com ele) costumava oferecer três rak’aat sem fazer taslim, exceto no final. E se você prefere rezar três com um taslim após as duas primeiras, como Bukhari relata que Abdullah Bin Umar costumava fazer após as duas primeiras rak’aat, faça taslim novamente após a terceira, mesmo que tenha feito algo importante entre as duas partes da oração witr. E é possível rezar cinco rak’aat sem sentar ou fazer taslim, exceto no final. Isso se deve à declaração do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele): “Quem quer que deseje oferecer witr em cinco, então poderá” (Abu Dawud e An-Nasaa’i). Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava rezar 13 rak’aat à noite, daquelas ele oferecia as últimas cinco como witr, sem sentar entre elas, exceto no final” (Muttafac alaihi). Ou ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) faria sete rak’aat witr e as executaria exatamente como as cinco rak’aat, como afirma Umm Salama (que Allah esteja satisfeito com ela): “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava oferecer witr em sete rak’aat, assim como com cinco e ele não daria salaam nem conversaria no meio destas.” (Ahmad, Nasaa’i, Ibn Majaah)

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) também faria witr com nove e sentaria no final da oitava rak’ah e faria tashahud e dua’; então ele se levantaria e rezaria a nona rak’ah e faria tashahud no final dela, depois o taslim. Isso é conhecido por causa do hadith narrado por Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela), que disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) rezava 9 rak’aat, não sentando, exceto na oitava em que ele louvava Allah e faria dua’, ele não faria o taslim. Então, ele se levantaria e rezaria a nona, na qual louvaria a Allah e faria dua’, depois faria taslim” (Ahmad e Muslim). Ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) também rezava 11 rak’aat e, se desejasse, faria taslim após cada duas rak’aat e faria a última rak’ah witr. Isso é conhecido pelo hadith narrado por Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela), no qual ela disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava rezar, no período entre ‘Isha e Fajr, 11 rak’aat, fazendo taslim após cada duas (rak’ah) e oferecendo witr como a última” (Al Jama’ah, exceto Tirmidhi).

E se ele quisesse, ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) rezaria quatro, depois quatro e três. Como disse Aisha (que Allah esteja satisfeito com elo), “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) rezava quatro, e não me perguntes quão perfeitas e demoradas elas eram; então, ele rezava mais quatro e não me perguntes quão perfeitas e demoradas elas eram; então, ele rezava três.” (Mutaffac alaihi) Os estudiosos do fiqh de Hanbal e Shafi’i dizem que é permitido fazer o witr com 11 e com um tashahud ou dois, um na penúltima e um na última rak’ah.

Rezar durante a noite no Ramadan traz benefícios especiais. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Quem quer que reze à noite, com fé e expectativa na recompensa, será perdoado por seus pecados passados.” (Muttafac alaihi) Com fé significa fé em Allah e crença em ser recompensado por seu ato. Expectativa significa que eles não agem por exibição ou esperança em receber dinheiro. Tarawih é a oração noturna durante o Ramadan, crendo que você será recompensado pela ação. É chamado tarawih porque as pessoas costumavam fazer isso por muito tempo, e sempre que alcançavam quatro rak’aat, então, descansavam um pouco.

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) foi o primeiro a fazer essa oração em congregação na mesquita, depois a deixou por medo de que as pessoas pensassem que seria fard (obrigatório). Como é afirmado no Sahihein, de Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela), que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) rezou na mesquita uma noite com algumas pessoas, então mais pessoas vieram, então na terceira ou quarta noite ainda mais pessoas vieram, dessa forma, ele não foi até as pessoas novamente. Posteriormente, ele disse: “Vi o que vós fazíeis e nada me impediu de ir até vós, exceto o medo de que isso se tornasse uma obrigação sobre vós” Isso foi durante o Ramadan.

Abu Dharr (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Jejuamos com o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e ele não nos liderou em oração até restarem apenas sete dias no mês; nesta ocasião, ele nos liderou em oração até o último terço da noite, e não nos liderou no dia seguinte, depois liderou-nos até apenas metade da noite. Então, perguntamos: “Ó mensageiro de Allah, por que tu não rezaste a noite inteira?” Ele disse: “Quem quer que reze com o Imam até que o Imam termine, é recompensado como se houvesse rezado a noite toda.” (Narrado com uma corrente Sahih)

Os piedosos antecessores discordaram sobre o número de rak’ah que deve ser realizado por tarawih e witr. Alguns disseram 41, outros 30, outros 29, outros 23, outros 19, outros 13, outros 11 e outros também. O mais forte deles é de 11 ou 13, como é declarado no Sahihein de Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) quando lhe foi perguntado como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava rezar no Ramadan, ela disse: “Ele nunca costumava rezar, durante o Ramadan ou em outro momento, mais de 11 rak’aat”.

Ibn ‘Abbas (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “A oração do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) foi de 13 rak’aat, ou seja, a oração da noite”. (Bukhari)

Saib bin Yazid (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Umar bin Al-khataab (que Allah esteja satisfeito com ele) ordenou que Ubai bin K’ab e Tamima Adari liderassem o povo em 11 raka’at”.

Nossos piedosos predecessores costumavam prolongar a oração. Saib bin Yazid (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “O imam costumava recitar com (main), tanto que costumávamos usar bengalas de apoio por causa da longa duração da posição de pé”. E isso é o oposto do que muitas pessoas praticam hoje. Algumas pessoas rezam tarawih com imensa velocidade, elas não têm a calma e a serenidade obrigatórias, que é um pilar da oração. A oração não é válida sem a calma. Então, as pessoas abandonam esse pilar e dificultam para os que estão atrás delas, dentre fracos, doentes e velhos. Os estudiosos (que Allah tenha misericórdia deles) dizem que é makruh para o imam fazer a oração extremamente rápida.

Não é apropriado que os homens deixem essa oração e percam todas as recompensas, e eles não devem sair até que o imam termine a oração e o witr, para que possam receber a recompensa como se houvessem rezado a noite inteira.

Uma palavra sobre mulheres que vêm para o Tarawih:

É permitido que as mulheres participem das orações de tarawih na mesquita se não causar nenhuma fitnah (tribulação). Como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Não empeçai as servas de Allah de virem à masjid (mesquita)”. Isto é também das ações dos piedosos predecessores. Mas é obrigatório que elas se vistam com modéstia, observando o hijab adequado, e não vestindo-se de maneira inadequada, e não deve ser usado perfume, nem falar alto e nem se embelezar. Como Allah (louvado seja) diz, “não mostrem seus ornamentos – exceto o que deles aparece”. Umm Ati’ disse sobre quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) ordenou que as mulheres viessem à oração do Eid: “Ó Mensageiro de Allah, uma de nós não tem jilbab”, então ele (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) respondeu: “Que uma de suas irmãs dê um a ela para vestir” (Muttafac alaihi).

A sunnah para as mulheres é ficar atrás dos homens, distante deles e começar a formação pela última fileira, pois a última fileira é o oposto dos homens. Como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “A melhor das fileiras para os homens é a primeira, e a pior das fileiras é a última. A melhor fileira para as mulheres é a última e a pior é a primeira” (Muslim). E elas devem deixar a mesquita depois que o imam fizer o taslim, e não devem tardar, exceto se tiverem uma razão para fazê-lo. Umm Salamah (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: “Quando o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) costumava fazer o taslim, as mulheres se levantavam e saíam enquanto o profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) permanecia pouco tempo em seu lgar antes de se levantar. Ela disse: isto é, e Allah sabe melhor, porque o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) queria que as mulheres fossem embora antes que os homens pudessem alcançá-las.” (Bukhari)

Ó Allah, perdoa-nos, a nossos pais e aos muçulmanos, com Tua misericórdia. E envia paz e bênçãos ao Profeta Muhammad, sua família e seus companheiros.

NOTA DA TRADUTORA: Lembrando que em época de pandemia todas as medidas de segurança devem ser adotadas, orações em congregação são desaconselháveis.

Continua amanhã…

Siyam e Ramadan