Dia Oito: Categorias de Pessoas em Jejum (parte 3 de 3)

Dia Oito: Categorias de Pessoas em Jejum (parte 3 de 3)

Meus irmãos: conversamos sobre sete categorias diferentes de pessoas em jejum e essas, a seguir, são as demais categorias.


Oitavo: A mulher menstruada

Ela não pode jejuar, como o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Eu não vi ninguém mais deficiente em inteligência e religião do que vós. Um homem sensato e cauteloso pode ser desviado por algumas de vós.” As mulheres perguntaram: “Ó Mensageiro de Allah! O que é deficiente em nossa inteligência e religião?” Ele disse: “Não é evidência que o testemunho de duas mulheres seja equivalente ao testemunho de um homem?” Elas responderam afirmativamente. Ele disse: “Essa é a deficiência na inteligência dela. Não é verdade que uma mulher não pode rezar nem jejuar durante a menstruação?” As mulheres responderam afirmativamente. Ele disse: “Essa é a deficiência na religião dela.” (Muttafac alaihi)

Se a menstruação de uma mulher inicia mesmo um momento antes do pôr do sol, esse jejum não conta. Ela deve repor aquele jejum em um outro dia.

Se a mulher se purificar da menstruação durante o dia, ela não poderá iniciar o jejum pelo resto do dia, porque o jejum começa após Fajr. Mas ela deve parar de comer o resto do dia? Há uma diferença de opinião sobre a qual falamos quando mencionamos o caso do viajante. Se a mulher se purificar durante a noite, mesmo que seja um instante antes do Fajr, ela deve jejuar naquele dia. Ela também precisa compensar os dias que perdeu, como Allah (louvado seja) diz, “que jejue o mesmo o número de outros dias” e Aisha foi questionada: “Qual é a situação da mulher em jejum, ela compensa o jejum perdido e não a oração perdida?” Ela respondeu: “Quando tivemos nossos períodos na época do Mensageiro de Allah, recebemos ordens para repormos os jejuns perdidos e não recebemos ordens para oferecermos as orações perdidas” (Muslim).

Nono: Uma mulher grávida ou lactante que teme danos a si mesma ou a seu filho

Ela não deve jejuar de acordo com o hadith de Anas bin Malik (que Allah esteja satisfeito com ele) que o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse: “Allah aliviou aos viajantes o jejum e metade da oração; e às mulheres grávidas e que amamentavam, o jejum”. Ela deve compensar esses dias que perdeu, assim que a situação permitir.

Décimo: Uma pessoa que deve resgatar a vida de outra

Por exemplo, resgate de um incêndio, afogamento etc. Se eles tiverem que se alimentar com o intuito de salvar a vida de outra pessoa, é obrigatório que eles comam e compensem o dia posteriormente.

Um exemplo disso é uma pessoa que luta no caminho de Allah. Essa pessoa pode comer e compensar o jejum posteriormente. Independentemente de estarem em seu próprio país ou em viagem, eles quebram o jejum onde quer que encontrem o inimigo. Porque isso é proteção para os muçulmanos e está elevando a palavra de Allah (louvado seja). Abu Said Al-Khudri (que Allah esteja satisfeito com ele) disse: “Viajamos com o Mensageiro de Allah para Makkah enquanto estávamos em jejum. Paramos em um lugar e o Mensageiro de Allah disse: ‘Vós estais se aproximando de vossos inimigos. Vós estareis mais fortes se quebrardes o jejum.’ Isso foi uma concessão e alguns de nós jejuamos e alguns de nós quebramos nossos jejuns. Então, chegamos a outro lugar e o Profeta disse: ‘De manhã, vós enfrentareis vosso inimigo. Quebrar o jejum vos dará mais força.’ Então, quebramos o jejum, tomando isso como o melhor direcionamento para a ação” (Muslim). Esse hadith mostra que ter força para lutar é uma razão para se quebrar o jejum, o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) não ordenou que se quebrasse o jejum na primeira parada, mas ele ordenou na segunda parada, quando haviam se aproximado do inimigo.

Comer em público?

Quem quer que seja das categorias mencionadas que interrompe o jejum, não é reprovável que demonstre que não está jejuando, desde que o motivo seja óbvio, como doença ou velhice. Mas se o motivo é algo oculto como a menstruação, deve-se comer em privado e não demonstrar que não se está jejuando. Pois, isso pode ser uma razão para uma pessoa ignorante pensar que é permitido a ela também quebrar o jejum.

Compensando Dias Perdidos:

Quem quer que deva compensar os dias, deve calcular o número exato de dias que perdeu. Se a pessoa não jejuou o mês inteiro, deve compensar o mês inteiro. Se o mês foi de 30 dias naquele ano, a reposição engloba 30. Se o mês foi de 29 dias, então totaliza 29. É melhor compensar os dias assim que a pessoa puder, porque ela estará se apressando para praticar o bem.

É permitido adiar a compensação dos dias até que haja entre eles e o Ramadan seguinte a quantidade de dias que deverá ser compensada. Como Allah (louvado seja) diz, “que jejue o mesmo número de outros dias. Allah vos deseja a facilidade, e não vos deseja a dificuldade”. Embasado nessa facilidade, é permitido adiar mesmo que se necessite compensar dez dias, e haja apenas dez dias entre o presente momento e o próximo Ramadan.

Não é permitido esperar até o próximo Ramadan sem compensar os dias perdidos. Como Aisha (que Allah esteja satisfeito com ela) disse: “Havia dias em que eu tinha que repor do Ramadan, e não era capaz de repô-los, exceto em Sha’ban” (Bukhari). Assim como a oração, você não pode adiá-la até a próxima. Se a razão para não jejuar continuar até o próximo Ramadan, não há nada de errado nisso.

Se a pessoa morrer, sua família poderá compensar os dias. Como o Profeta disse: “Quem quer que morra e possua dias para jejuar, então a família jejua por ele” (Muttafac alaihi). Sua família engloba seus herdeiros ou parentes. É permitido que eles jejuem (em número de pessoas), contando o número de dias que a pessoa precisava compensar, em apenas um dia. Conforme relatado por Bukhari, que Al Hassan disse: “Se 30 pessoas jejuarem por eles em um dia, isso é permitido”. Seus parentes também podem alimentar uma pessoa pobre para cada dia perdido, se eles não desejarem jejuar.

Meus irmãos: Essas categorias de pessoas são obtidas da Shariah de Allah. Para cada categoria há uma solução própria com base na situação, portanto, conheça as regras de seu Senhor através da Sharia. E agradeça a bênção de Allah por facilitar as coisas.

Continua amanhã…

Siyam e Ramadan