Como Aconselhar (Nassiha)

Como Aconselhar (Nassiha)

(Artigo em 8 Partes)

Considerações em dar nassiha

Antes de embarcar em nossa discussão devemos observar algumas questões e considerações que devemos ter em mente antes e quando se lida com a correção de erros dos outros.


Sinceridade para com Allah

Ao corrigir os erros dos outros, é essencial que sua intenção seja a de ganhar o prazer de Allah, não para demonstrar a superioridade de alguém ou para desabafar sua raiva ou para impressionar os outros.

Al-Tirmidhi (ra) informou a partir de Shufayy al-Asbahi que ele entrou em Medina e viu um homem com as pessoas reunidas em torno dele. Ele perguntou: “Quem é este?” Eles disseram: “Abu Huraira.” [Shufayy disse]: “Então eu me aproximei dele e me sentei na frente dele. Ele estava falando ao povo, e quando ele terminou e eles tinham ido embora, eu disse a ele: ‘Peço-vos por Allah, para narrar-me um hadith que você tenha ouvido do Mensageiro de Allah (SAW) e tenha entendido plenamente.

Abu Huraira disse: “eu vou fazer isso, vou dizer-lhe um hadith que ouvi do Mensageiro de Allah (SAW) e entendi plenamente. Então Abu Hurayrah começou a ofegar, e permaneceu nessa condição até que ele se recuperou, ele disse , eu vou te dizer um hadith que o Mensageiro de Allah (SAW) disse-me nesta casa quando não havia mais ninguém presente, exceto eu e ele. ”

Então Abu Hurayrah começou a engasgar novamente, então ele se recuperou e enxugou o rosto, e disse: ‘Vou te dizer um hadith que o Mensageiro de Allah (SAW) disse-me nesta casa quando não havia mais ninguém presente, exceto eu e ele . então, ele engasgou, então ele se recuperou e enxugou o rosto e disse: “vou te dizer um hadith que o Mensageiro de Allah (SAW) disse-me nesta casa quando não havia mais ninguém presente, exceto eu e ele. ”

Então Abu Hurayrah começou a ofegar severamente, e sua cabeça caiu para a frente, e eu o apoiei com meu ombro por um longo tempo, então ele se recuperou, e disse: “O Mensageiro de Allah (SAW) disse-me:” Quando o Dia do Julgamento chegar, Allah descerá para julgar entre as pessoas. E todas as nações estarão ajoelhadas em submissão.

As primeiras pessoas a serem chamadas adiante serão um homem que tinha aprendido o Alcorão de cor, um homem que foi morto pela causa de Allah e um homem que tinha um monte de riquezas. Allah dirá ao leitor: “Será que eu não te ensinei o que eu tinha revelado a meu Mensageiro ?

Ele vai dizer: “Claro, meu senhor. Allah dirá: ‘O que você fez com o que lhe foi ensinado?” Ele dirá: “Eu fiquei acordado a noite e durante o dia (para recitá-lo). Allah dirá: ‘Você mentiu”, e os anjos dirão: ” Você mentiu”. Allah dirá: ” Você só queria que se fosse dito que fulano de tal é um recitador, e foi dito “.

Aquele que tinha um monte de riquezas será trazido e Allah dirá a ele: “Eu não dei generosamente para você, para que você não tivesse necessidade de ninguém?” Ele dirá “Claro, Senhor. ‘Allah dirá: ‘o que você fez com o que eu te dei? ”

Ele dirá: “Eu costumava doar para meus parentes e na caridade.” Allah dirá “Você mentiu”, e os anjos dirão: ‘Você mentiu. “Allah dirá” Você só queria que se fosse dito que fulano-de-tal é generoso, e foi dito.

Então, aquele que foi morto pela causa de Allah será trazido Allah e vai dizer-lhe: Pelo que você foi morto? Ele vai dizer: ‘Fui ordenado a lutar na jihad pelo seu amor então eu lutei até que fui morto.’ Allah dirá “Você mentiu”, e os anjos vão dizer: “Você mentiu”. Allah dirá “Você só quis que fosse dito que fulano-de-tal era corajoso, e isso foi dito.”

Então, o Mensageiro de Allah (SAW) atingiu os meus joelhos e disse, ‘Ó Abu Huraira, estes três são as primeiras pessoas para quem o fogo será aquecido no Dia da Ressurreição “(Sunan al-Tirmidhi, no. 2382, Shaakir edn. Abu ‘Eesa disse: este é um hadith ghareeb hasan).
Se a intenção da pessoa que dá conselho é sincera, ela vai ganhar a recompensa e seus conselhos serão aceitos e postos em prática, com a permissão de Allah.

Errar faz parte da natureza humana.

O Profeta (SAW) disse: “Todo filho de Adão comete erros, e o melhor daqueles que cometem erros são aqueles que se arrependem.” (Relatado por al-Tirmidhi, nº 2499, e por Ibn Maajah, que narrou esta versão -. al-Sunan, ed. por ‘Abd al-Baqi, nº. 4.251)

Tendo este fato claramente em mente irá colocar as coisas em sua devida perspectiva, de modo que o educador não deve esperar que as pessoas sejam perfeitas ou infalíveis ou julgá-los de acordo com o que ele pensa que eles deveriam ser, e então considerar que falharam se cometerem um grande engano ou errarem repetidamente. Ele deve lidar com eles de uma forma realista, com base em seu conhecimento da natureza humana, que está sujeita à ignorância, negligência, deficiências, caprichos e desejos e esquecimento.

Compreender esse fato também irá impedir o educador de ficar muito chocado com o tipo de erro repentino que poderia levá-lo a reagir de uma forma inapropriada. Isso vai lembrar o da’iyah e o educador que está se esforçando para impor o que é bom e proibir o mal de que ele também é um ser humano que também pode cometer o mesmo erro, então ele deve lidar com ele em pé de compaixão ao invés de dureza, porque o objetivo básico é o de reformar e não de punir.

Mas isso não significa que devemos deixar as pessoas que estão cometendo erros sozinhas, ou encontrar desculpas para aqueles que estão cometendo pecados com base em que eles só são humanos ou que eles são apenas jovens, ou que a idade moderna é cheia de tentações e assim por diante. Devemos denunciar as ações e chamar as pessoas para dar conta, mas ao mesmo tempo temos de avaliar suas ações de acordo com o Islam.

– Dizer que alguém está errado deve ser baseado em evidências shar’i e compreensão adequada, não na ignorância ou no fato de que alguém não gostar.

Muhammad ibn al-Munkadir informou que Jaabir orou vestindo apenas um izar (parte inferior de vestuário em volta da cintura) amarrado na parte de trás [a razão para isso é que eles não tinham calças, e eles usavam o seu izar amarrado na parte de trás, porque isso era mais discreto quando eles faziam rukoo ‘e sujood. Fath al-Baari, al-Salafiyyah ed., 1/467], e suas outras roupas estavam em um gancho de roupa. Alguém lhe disse: ‘Você está orando em uma única peça de vestuário? Ele disse, ‘Eu só fiz isso para que uma pessoa tola como você me visse. Quem entre nós tinha duas peças na época do Mensageiro de Allah (SAW)? ‘”(Relatado por al-Bukhari, al-Fath, nº. 352). Ibn Hajar (rh) disse: “O que se entende por ‘tolo’ aqui é ‘ignorante’ …

O objetivo foi explicar que é permitido rezar vestindo apenas uma única peça de vestuário, embora usar duas peças é preferível. É como se ele estivesse dizendo: “Eu fiz isso de propósito, para mostrar que é permitido, de modo que aquele que não sabe poderia me seguir ou que pudesse me repreender para que eu pudesse ensinar-lhe que é permitido.” a razão pela qual a sua resposta foi tão dura era para que ele pudesse ensiná-los a não repreender os estudiosos e para exortá-los a procurar pelos assuntos shar’i eles mesmos. “(al-Fath, 1/467)

Quanto mais sério é o erro, mais esforço deve ser feito para corrigí-lo.

Os esforços para corrigir os erros que têm a ver com ‘aqidah devem ser maior do que aqueles para corrigir os erros que têm a ver com etiqueta, por exemplo. O Profeta (SAW) era intensamente preocupado sobre como lidar com e corrigir os erros que tinham a ver com shirk em todas as suas formas, pois este era o assunto mais importante. Exemplos deste a seguir:

Al-Mugheerah ibn Shu’bah disse: “Houve um eclipse do sol no dia em que [filho recém-nascido do Profeta] Ibrahim morreu, e o povo disse: Este eclipse é por causa da morte de Ibrahim “O Mensageiro de Allah (SAW) disse:” O sol e a lua são dois dos sinais de Allah, eles não se eclipsam pela morte ou a vida de ninguém. Se você vê-los (em eclipse) então chamem a Allah e orem a Ele até que o eclipse tenha terminado. “(Relatado por al-Bukhari, Fath, 1061).


AbuWaaqid al-Laythi relatou que quando o Mensageiro de Allah (SAW) saiu para Hunayn, ele passou por uma árvore pertencente aos mushrikin que foi chamada Dhaat Anwaat, no qual eles costumavam pendurar suas armas. Eles disseram, ‘Ó Mensageiro de Allah, faça-nos uma Anwaat Dhaat como eles têm. “O Profeta (SAW) disse:’ Subhaan-Allah! Isso é parecido com o que o povo de Mussa disse: “Faça para nós um deus como eles têm deuses.” Por Aquele em cujas Mãos está minha alma, vocês vão seguir os caminhos das pessoas que vieram antes de vós. “(Relatado por al-Tirmidhi, nº. 2.180. Ele disse: Este é um hadith saheeh Hasan).

De acordo com outro relato narrado por Abu Waaqid, eles saíram de Meca com o Mensageiro de Allah para Hunayn. Ele disse: “Os kuffaar tinham uma árvore de lótus a que foram consagrados e onde eles costumavam pendurar suas armas,  era chamado Dhaat Anwaat. Passamos por uma grande árvore de lótus verde, e dissemos: Ó Mensageiro de Allah, faça um Anwat Dhaat para nós. O Mensageiro de Allah (SAW) disse: “Por Aquele em cujas mãos está minha alma, vocês disseram o que o povo de Mussa disse-lhe: “Faça para nós um deus como eles têm deuses”, e ele disse: “Em verdade, vocês são um povo que não conhece.” É a mesma coisa, e vocês vão seguir os caminhos das pessoas que vieram antes de vocês, passo a passo. “(Relatado por Ahmad, al-Sunan, 5/218).

Zayd ibn Khaalid al-Juhani disse: “O Mensageiro de Allah (SAW) nos conduziu em Subh (oração do Fajr) em al-Hudaybiyah logo depois de haver chovido durante a noite. Quando ele terminou, ele voltou-se para o povo e disse: ‘Vocês sabem o que seu Senhor diz? “Eles disseram,’ Allah e Seu Mensageiro sabem melhor.” Ele disse, ‘Esta manhã, um dos Meus escravos tornou-se um crente em Mim, e outro, um incrédulo. Quanto ao que disse, que nos foi dada chuva pela graça e misericórdia de Allah, ele é um crente em Mim e um descrente nas estrelas, e para ele, que disse, que nos foi dada chuva por tal e uma estrela, é um descrente em Mim e um crente nas estrelas. “(Relatado por al-Bukhari, Fath, nº. 846).

Ibn Abbaas ‘relatou que um homem disse: “Ó Mensageiro de Allah, qualquer que seja a sua vontade e a de Allah.” Ele disse: “Você está me fazendo igual a Allah? [Diga em vez disso:] O que Allah (somente) quer” (Relatado por Ahmad, al-Musnad, 1/283).

Ibn ‘Umar relatou que ele encontrou-se com’ Umar ibn al-Khattab (que Allah esteja satisfeito com ambos), que estava com um grupo de pessoas e estava jurando por seu pai. O Mensageiro de Allah (SAW) chamou-os e disse-lhes que Allah havia proibido que eles jurassem por seus antepassados??, e quem quizer fazer um juramento deve jurar por Allah, ou então ficar quieto. (Relatado por al-Bukhari, Fath, 6108)

Nota: Imam Ahmad relatou em seu Musnad:  Wakee’ nos disse que al-A’mash nos disse de Saad ibn’ Ubaydah que disse: “Eu estava com Ibn ‘Umar em um círculo e ele ouviu um homem em outro círculo dizendo: ‘Não, pelo meu pai.’ Então Ibn ‘Umar jogou pedras nele e disse: ‘isto é como ‘Umar costumava jurar, e o Profeta (SAW) proibiu-o de fazer isso e disse que era shirk. “(al-Fath al-Rabbaani, 14/164).

Abu Shurayh Haani ‘ibn Yazeed afirmou: “Uma delegação de pessoas veio para o Profeta (SAW) e ele as ouviu chamando um deles Abd al-Hajar (“escravo da pedra “). Ele perguntou-lhe: “Qual é seu nome?” Ele disse, ‘Abd al-Hajar. “O Mensageiro de Allah (SAW) disse:’ Não, você é ‘Abd-Allah (servo de Allah).” (Relatado por al-Bukhari em al-Adab al-Mufrad).

Etiqueta e Comportamento